Butantan vai vender vacinas para o Chile por falta de resposta do Governo Federal

Governo de São Paulo afirma que ofereceu mais 54 milhões de doses da Coronavac na última semana. Chile está entre os interessados na compra – foto: Vieira/recorte

O governo de São Paulo informou nesta quarta-feira (27) que ofereceu mais 54 milhões de doses da Coronavac ao governo federal há cerca de duas semanas, mas ainda não obteve resposta.

Sem retorno, o Instituto Butantan vai fechar contratos com outros países da América Latina, que haviam demonstrado interesse no imunizante. O primeiro da fila é o Chile.

“É importante que haja manifestação formal, para que, lá na frente, o governo não alegue que não houve essa oferta”, disse o presidente do instituto, Dimas Covas, em entrevista coletiva.

Ao Metrópoles, Covas afirmou que o contrato com o governo federal é de apenas 46 milhões de doses até abril e que, com a chegada dos insumos, será possível produzir mais essas 54 milhões de doses. Mas, como há conversas com outros países, a vacina vai quem manifestar interesse.

Metrópole

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui