Amazonas Educação

CMM homenageia UFAM pelos 110 anos de ensino e pesquisa

Foto: Robervaldo Rocha – Dircom/CMM
Redação I
Escrito por Redação I

A Universidade Federal do Amazonas (UFAM) foi homenageada na manhã desta quinta-feira (9/5) na Câmara Municipal de Manaus (CMM) pela passagem dos 110 anos de existência, a mais antiga do Brasil, segundo registro no Livro dos Recordes.

A homenagem foi proposta pelo vereador professor Gedeão Amorim (MDB) que em seu discurso falou sobre a importância da universidade e o que ela representa no estado. “A Ufam é a célula mãe de todas as outras no Brasil. A nossa universidade foi implantada de fato em janeiro de 1909, é uma história linda, pois envolve um voluntariado para fazê-la funcionar na época. E nós, do Amazonas, devemos à Ufam todo reconhecimento do que ela é para nossa região, principalmente porque a maioria dos grandes profissionais se formaram nesta universidade”, elogiou Gedeão Amorim.

O vereador Ewerton Wanderley (PHS) que subscreveu a homenagem, também estava presente na sessão solene e elogiou o trabalho desenvolvido na UFAM. “Tive a honra de me formar na UFAM como médico, e só tenho a agradecer a esta universidade que é um orgulho para todos nós. É uma instituição que forma ótimos profissionais, os melhores passaram por lá, e por isso, toda homenagem é mais do que justa”, disse.

Durante a sessão, o atual reitor da Ufam, Sylvio Puga e o ex-reitor Walmir Albuquerque, receberam da CMM placas de homenagem e reconhecimento pelos serviços prestados ao estado do Amazonas.

Foto: Robervaldo Rocha – Dircom/CMM

Sylvio Pulga agradeceu o reconhecimento e falou do empenho da Ufam em continuar trabalhando na formação de grandes profissionais. “Trabalhamos exaustivamente para manter o padrão de ensino da Universidade. Fechamos 2018 com 50 por cento do nosso quadro de docentes efetivos com doutorado, apesar de todas as dificuldades, ou seja, buscamos sempre zelar por um quadro totalmente qualificado para manter um ensino de qualidade e assim lançar ao mercado de trabalho, excelentes profissionais”, comemorou Sylvio Puga.

Walmir Albuquerque também usou a tribuna para agradecer a homenagem e falar sobre as peculiaridades da universidade. “Nós somos tratados com diferença pelo resto do Brasil, sempre fomos tratados como colônia, até os dias atuais, mas sempre soubemos nos defender, prova disso é a criação da Universidade Federal do Amazonas, a primeira do Brasil, a mais antiga, chegando antes mesmo dos grandes bancos. O que mostra a força do nosso estado frente aos demais”, recordou.

A sessão solene ainda contou com a apresentação dos Corais da Câmara Municipal de Manaus, sob a regência do maestro Jhonny Meurer e da Ufam, que estava sob a regência do maestro Hermes Lucas.

Fonte: CMM

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.