CMM lança I Semana Municipal da Pessoa com Síndrome de Down

Vereadora Socorro Sampaio(PP)/Foto: Robervaldo Rocha

Vereadora Socorro Sampaio(PP)/Foto: Robervaldo Rocha
Vereadora Socorro Sampaio(PP)/Foto: Robervaldo Rocha

Em alusão ao lançamento da 1º Semana Municipal da Pessoa com Síndrome de Down foi realizada, no Plenário da Câmara Municipal de Manaus, uma Sessão Especial em comemoração ao Dia Internacional da Síndrome de Down — festejado no dia 21 de Março, numa cerimônia contou com a participação de entidades filantrópicas e prefeitura de Manaus.
A propositura foi uma iniciativa do vereador Joãozinho Miranda (PTN) e da vereadora Socorro Sampaio (PP), aos quais prestaram homenagens às pessoas portadoras da síndrome, além de familiares e pessoas comprometidas na superação de desafios e preconceitos junto à sociedade. De acordo com a coordenadora da Apae/AM, Elisângela Farias, “a associação realiza cerca de mil atendimentos de pessoas com deficiência juntamente com as pessoas com a Síndrome de Down, durante o ano”, disse.

A Síndrome de Down não é uma doença. É uma ocorrência genética natural, que no Brasil está presente em todas as raças. Por motivos ainda desconhecidos, durante a gestação as células do embrião são formadas com 47 cromossomos no lugar dos 46 que se formam normalmente.

Para o vereador Joãozinho Miranda, “a sociedade deve entender que as pessoas com Down, mesmo com suas limitações, tem muita capacidade de realizarem suas funções como qualquer pessoa normal”, comentou.

O material genético em excesso está localizado no par de número 21 alterando o desenvolvimento regular da criança. Para a vereadora Socorro Sampaio (PP), “é preciso não só dar apoio á criança com Down, mas também os pais dessas crianças, pois há casos como o do Sr. Paulo, que deixou o emprego para cuidar da filha”, disse.

Para o presidente da Apadam, “o preconceito junto à criança com Down, ainda é o maior obstáculo para uma melhor interação social dessas pessoas”, disse. Na ocasião, o presidente da Apadam comentou um caso de preconceito em uma escola de Manaus contra uma criança com Down e a primeira-dama do município, Maria Goreth Garcia, comentou que irá verificar a denúncia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui