Com Black Friday chegando, prepare-se para garantir boas compras

Foto: divulgação, istock

Seguir algumas dicas para comprar na Black Friday ajuda consumidor a fazer boas negociações

Com o avanço do retorno presencial das atividades econômicas, em razão das restrições sanitárias propostas por conta do Covid-19, o comércio varejista aposta no aumento das vendas presenciais de e-commerce desse ano, com essa data tão aguardada pelos consumidores: o dia 26 de novembro, com a famosa Black Friday.

Conforme pesquisa realizada com 400 brasileiros pela Conversion, agência especializada em SEO (Search Engine Optimization, ou Otimização para mecanismos de buscas), 62,96% dos entrevistados pretendem fazer suas compras online – um número um pouco menor que 2020, que foi de 75,3%. Contudo, a intenção de compra do ano de 2020, que era de 76,5%, aumentou agora para uma expectativa de 87,75%. E a empresa justifica que o resultado relaciona-se à comodidade e facilidade de adquirir seus produtos em sites, lojas virtuais ou aplicativos eletrônicos, assim como manter os cuidados sanitários, em razão da pandemia.

A pesquisa destacou também que 80,63% dos compradores que utilizam-se desse recurso ainda têm receio de fraudes, mas que ocorreu uma pequena queda nesse percentual em relação ao ano de 2020, assim como revelou que 55,56% pretendem adquirir produtos para a prevenção da contaminação do coronavírus.

A conhecida e famosa sexta-feira de descontos é esperada pelos consumidores para obter os produtos almejados com preços mais baixos, e para os lojistas é uma data tão aguardada como o Dia das Mães e o Natal, visto o aumento de faturamento.

Os motivos que levam o comprador a aguardar esse dia são o preço baixo dos produtos, o nível de confiabilidade da loja, como, por exemplo, boa reputação no Reclame Aqui, o depoimento favorável de outros clientes e o selo de segurança comercial, assim como as condições financeiras do comprador e a facilidade de pagamento do vendedor,  além da aproximação das festas de final de ano.

A Conversion ainda destaca que, para o ano de 2021, os eletrônicos e eletrodomésticos serão adquiridos em uma proporção menor que em 2020. Para tanto,  alguns passos devem ser pontuados antes da tão aguardada data.

  • Fazer um orçamento de quanto pode e pretende investir nas compras.

  • Preparar uma lista de compras.

  • Comparar os valores de vendas antes do dia promocional.

  • Monitorar os preços antes e durante o período das promoções.

  • Acessar apenas sites e aplicativos seguros.

  • Ficar atento às vendas promocionais realizadas por grandes lojas antes e após o dia 26 de novembro, pois muitas não se limitam apenas à Black Friday.

  • Verificar as condições de frete ou retirada do produto, prazo de entrega e formas de troca ou devolução.

O importante é saber onde, como e quando adquirir seus produtos. Seja em uma loja física ou virtual, a essência está no atendimento, qualidade, segurança, garantia e na sua satisfação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui