Com o tema ‘A Justiça que queremos’, o TRT11 promove a II Jornada dos Magistrados

Banner Jomatra/Promocional

Banner Jomatra/Promocional
Banner Jomatra/Promocional

O Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região, através da Escola Judicial (Ejud11), promoverá, no período de 6 a 10 de outubro, a II Jornada Institucional dos Magistrados do Trabalho  (Jomatra), evento é voltado para desembargadores e juízes que atuam no Amazonas, e em Roraima.

Esta segunda edição da Jomatra será marcada por palestras, debates, oficinas e workshops. A abertura do evento vai acontecer às 8h30, e será realizada pelo Presidente do TRT da 11a Região, desembargador David Alves de Mello Júnior, e pela Diretora da Ejud11, desembargadora Francisca Rita Alencar Albuquerque.

Com o eixo temático “A Justiça que queremos”, o evento tem como proposta debater as ações necessárias para a melhoria contínua da prestação jurisdicional da Justiça do Trabalho, conforme explica a Diretora da EJUD11.

“O tema da nossa jornada representa um ideal a ser conquistado, uma busca que empolga nossas ações, a esperança de que a atingiremos e a certeza de que esse desiderato depende de nós. Desse adequado e contínuo aprimoramento dependerá o salto qualitativo jurisdicional da Justiça do Trabalho”, destacou a desembargadora Francisca Rita Alencar Albuquerque.

A palestra de abertura será realizada pelo juiz titular da 3ª Vara do Trabalho da cidade de Jundiaí (SP), Jorge Luiz Souto Maior, que vai falar sobre “Os movimentos sociais e os Direitos”. A Jomatra também vai receber a palestra do presidente do TRT da 8ª Região (Pará e Amapá), desembargador Vicente José Malheiros da Fonseca, que vai abordar o tema “Revisitando a velha CLT e a justiça que queremos”.

Ao todo, durante toda a semana, vão acontecer nove palestras, nove debates e dois workshops. A Jomatra será realizada no auditório do Fórum Trabalhista de Manaus Ministro Mozart Victor Russomano.

Suspensão das atividades jurisdicionais

Em virtude da realização do evento, no período de 6 a 10 de outubro, estarão suspensas as audiências e a contagem dos prazos processuais nas Varas do Trabalho da Capital e interior do Amazonas e nas Varas do Trabalho de Boa Vista, conforme a Portaria Nº 1445/2014.

O atendimento ao público, nesse período, será realizado normalmente, porém as audiências e a contagem dos prazos processuais serão suspensas, tendo em vista que os magistrados estarão à disposição, por tempo integral, na capacitação. Já o plantão judiciário para matérias urgentes não será interrompido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui