Comerciante é preso após queimar a mão do filho com ovo quente, em Manaus

Os colchões que chegaram para os detentos foram retirados/Foto: Divulgação

Cadeia Pública Vidal Pessoa/Foto: Arquivo
Cadeia Pública Vidal Pessoa/Foto: Arquivo

A Polícia Civil do Amazonas, através da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (DEPCA), registrou na tarde de ontem (01), a prisão, em flagrante, de um comerciante de 43 anos, por tortura (Artigo 1º da Lei nº 9.455/97), após ele queimar a mão do próprio filho  de 11 anos.

O homem foi preso por policiais militares da 20ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) por volta das 16h45, na casa da família, situada no bairro Tarumã, na Zona Oeste de Manaus, após uma denúncia anônima informando que o homem havia queimado a mão do filho utilizando um ovo quente.

Na sede da Especializada o pai da criança informou que o filho pegou escondido do estabelecimento comercial da família uma lata de leite condensado e consumiu o produto com os colegas. Por conta disso, o comerciante alegou que cozinhou um ovo e fez a criança segurar o alimento como forma de castigo.

Ao término dos procedimentos cabíveis realizados na unidade policial, o comerciante será conduzido à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará à disposição da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui