Corpo esquartejado e deixado dentro de geladeira era de adolescente desaparecida

Vitória Eduarda 13, estava desaparecida desde do dia 5 de maio/Foto Divulgação

A mulher que foi morta e teve o corpo encontrado esquartejado dentro de uma geladeira, na madrugada de quinta-feira (8), em uma quitinete, situada na Rua Diagonal, no bairro Betânia, Zona Sul de Manaus, foi reconhecida na manhã desta sexta-feira (9), no Instituto Médico Legal (IML).

De acordo com o registro do IML, familiares compareceu por volta das 9h e identificaram o corpo como sendo de Vitória Eduarda Souza do Nascimento, 13. A adolescente, que estava desaparecida desde a tarde segunda-feira (5), após sair da casa da avó materna, de 67 anos, foi identificada por cicatrizes na panturrilha.

A família foi orientada a procurar o 7º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na Zona Sul da capital, para solicitar documentos e realizar os exames de DNA, que devem oficializar a identificação do corpo.

Vitória Eduarda 13, estava desaparecida desde do dia 5 de maio/Foto Divulgação

Na madrugada de quinta-feira (8), por volta de 1h, o corpo de uma mulher, não identificado, foi encontrado esquartejado em sacos plásticos, dentro de uma geladeira, no quarto de uma quitinete, na Rua Diagonal, no bairro Betânia, Zona Sul. Firmo Farias Sampaio, 33, foi preso em flagrante, por uma guarnição da 7ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), após confessar o crime.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui