CPI dos combustíveis irá intensificar ações de fiscalização no interior do AM

Foto: Divulgação

A presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito, deputada Estadual Joana Darc (PL), anunciou nesta quarta-feira (19) que a CPI irá intensificar as ações no interior do estado e que a partir da próxima semana, a região Metropolitana de Manaus entra na rota das fiscalizações.

“Um dos objetos da CPI também está relacionado aos preços em postos de combustíveis do interior, por isso precisamos continuar com esse levantamento para subsidiar o relatório final da CPI”.

A deputada informou ainda que a comissão tem recebido muitas denúncias da população e também de dentro do sistema que envolve o mercado dos combustíveis. “O que mais nos impressionou é que estamos recebendo denúncias de agentes do próprio sistema de combustíveis. Tem postos denunciando distribuidoras, postos denunciando postos, e nós estamos fazendo nosso papel, que é averiguar todas essas denúncias e a partir daí fazer os devidos encaminhamentos”.

Baixa no preço nas refinarias

A presidente da CPI informou ainda que ações foram tomadas para averiguar, em paralelo, a permanência do alto preço do combustível no estado, mesmo com as últimas reduções anunciadas pela Petrobras. De acordo com a deputada, uma força tarefa em parceria com Procon Amazonas, Procon Manaus, Ministério Público Estadual, Ordem dos Advogados do Brasil, (OAB) e até a Secretaria da Fazenda (Sefaz), foi criada para reforçar as investigações.

Segundo Joana Darc, foram solicitados tanto das distribuidoras quanto dos postos de gasolina, prestações de contas da compra do combustível realizado no período que houve o anúncio na redução do preço da gasolina. “Nós queremos saber porque até agora essa redução não chegou até o consumidor final. Nós pedimos as notas fiscais das distribuidoras e postos de quando houve a baixa no preço para averiguar essa situação”, explicou a deputada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui