Cris Cyborg enfrenta Felicia Spencer no UFC 240, neste sábado

Peso-pena brasileira encara Felicia Spencer no Canadá - Foto: Jeff Bottari/Getty Images

Anderson Silva, Fedor Emelianenko, José Aldo, Renan Barão, Ronda Rousey. O que esses cinco têm em comum? Todos eles tiveram longas sequências invictas em que foram considerados os melhores do mundo e, após sofrerem a primeira derrota, quebraram o encanto e viveram fases ruins. É esta sina que Cris Cyborg tenta superar ao enfrentar a canadense Felicia Spencer no UFC 240, neste sábado, em Edmonton (CAN).

Em dezembro passado, Cyborg sofreu sua primeira derrota em 13 anos ao ser nocauteada por Amanda Nunes. Neste sábado, ela entrará no cage sem ser considerada a melhor peso-pena do mundo pela primeira vez desde 2009, quando venceu Gina Carano pelo cinturão do Strikeforce. E a história mostra que esta não é uma situação confortável para lutadores dominantes como ela.

Após sete anos e cinco meses sem perder, Anderson Silva teve seu reinado no peso-médio do UFC derrubado por Chris Weidman em 2013 e nunca mais foi o mesmo: desde então, venceu apenas uma de seis lutas válidas. Fedor Emelianenko, por uma década o “Último Imperador” do Pride, foi finalizado por Fabricio Werdum em 2010 e perdeu outras duas na sequência. Após uma pausa na carreira, retornou melhor, mas longe de seus melhores momentos.

Peso-pena brasileira encara Felicia Spencer no Canadá – Foto: Jeff Bottari/Getty Images

Renan Barão teve história semelhante à de Cyborg: perdeu na estreia e acumulou 32 vitórias seguidas em nove anos, até perder para TJ Dillashaw. Ele venceu sua luta seguinte, mas perdeu seis de sete combates desde então. José Aldo passou dez anos invicto e seis como campeão dos penas; após perder o título para Conor McGregor, venceu três e perdeu três. Ronda Rousey venceu suas 12 primeiras lutas, mas perdeu para Holly Holm após cinco anos, foi atropelada por Amanda Nunes e se aposentou do MMA.

A lutadora brasileira, que venceu 20 lutas entre a primeira e a segunda derrotas, não se mostra preocupada com a sina. Ela prefere confiar em sua experiência pessoal e em sua fé para dar a volta por cima.

O evento deste sábado traz ainda uma disputa de cinturão no peso-pena masculino e outros quatro brasileiros em ação. Confira o card completo:

UFC 240

27 de julho, em Edmonton (CAN)

CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília):
Peso-pena: Max Holloway x Frankie Edgar
Peso-pena: Cris Cyborg x Felicia Spencer
Peso-meio-médio: Geoff Neal x Niko Price
Peso-leve: Olivier Aubin-Mercier x Arman Tsarukyan
Peso-médio: Marc-Andre Barriault x Krzysztof Jotko

CARD PRELIMINAR (20h, horário de Brasília):
Peso-mosca: Alexis Davis x Vivi Araújo
Peso-pena: Hakeem Dawodu x Yoshinori Horie
Peso-pena: Gavin Tucker x Seung Woo Choi
Peso-mosca: Alexandre Pantoja x Deiveson Figueiredo
Peso-mosca: Sarah Frota x Gillian Robertson
Peso-leve: Erik Koch x Kyle Stewart

Fonte: Globo Esporte/G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui