‘Eles tiveram 40 anos de chance e não fizeram’, lembrou Ricardo Nicolau em debate na TV Norte

No último debate da TV, Ricardo Nicolau 77 mostra preparo e pede oportunidade ao eleitor - foto: divulgação

No último debate da TV, Ricardo Nicolau 77 mostra preparo e pede oportunidade ao eleitor: ‘Eles já tiveram a chance e não fizeram’.

Candidato ao governo disse que vai fazer a melhor saúde do Brasil e acabar com a ‘fila da morte’ do Sisreg.

O candidato ao governo do Amazonas pela coligação ‘Nós, o Povo’ (Solidariedade/PSB), Ricardo Nicolau, usou o último debate na televisão aberta, nesta quinta-feira, 29, para pedir ao eleitor uma oportunidade para fazer um estado mais justo, com mais empregos, saúde de qualidade e combate à violência.

O candidato lembrou que a maioria dos candidatos já teve a oportunidade de governar o Amazonas nos últimos 40 anos e deixaram como resultado as ‘filas da morte’ da saúde, a escalada da violência, a fome e a ausência de oportunidades.

Ricardo Nicolau lamentou a ausência do candidato à reeleição, Wilson Lima, e do candidato Amazonino Mendes no debate. Para o candidato do Solidariedade, a velha política foi representada no debate pelo senador Eduardo Braga, que também esteve presente.

“Lamento a ausência do candidato Amazonino Mendes e do ‘Omisso Lima’, que faltou sem justificativa de saúde. Ele deveria estar aqui para explicar muita coisa. O Eduardo já foi duas vezes governador, o Amazonino foi quatro vezes governador, prefeito de Manaus e senador. O ‘Omisso Lima’ está no cargo e foi uma decepção. Deixou faltar até oxigênio na pandemia. Todos eles já tiveram a chance e não fizeram”, relembrou.

O candidato disse, também, que o eleitor amazonense tem nas mãos, no próximo dia 2 de outubro, a oportunidade de mudar a história do estado. Ricardo Nicolau fez um balanço da campanha, a única capaz de tirar o Amazonas do fundo do poço e romper com o ciclo de revezamento de caciques políticos no poder há 40 anos.

“Fizemos uma campanha limpa, ética e respeitosa, com propostas para mudar o Amazonas de verdade, trazendo saúde de qualidade, segurança, desenvolvimento econômico, infraestrutura para garantir um futuro melhor para as próximas gerações. Quero te pedir uma chance, uma oportunidade de ser teu governador. No dia 2 de outubro, você pode votar e mudar o Amazonas votando no 77.”

Na reta final da campanha eleitoral, Ricardo Nicolau é o candidato que mais cresce nas pesquisas de intenção de voto. Duas apurações divulgadas nesta semana mostram o candidato em segundo lugar, ultrapassando dois adversários, e chegando ao segundo turno.

Propostas para saúde

Ricardo Nicolau tem um plano para elevar a qualidade do atendimento e da infraestrutura do sistema estadual de saúde e torná-lo um dos melhores do país. As propostas preveem uma série de medidas, com destaque para a criação dos Centros de Atenção Integral à Saúde (CAIS), a construção de uma maternidade de alta complexidade e modernização das unidades existentes.

Gestor com larga experiência na saúde pública e privada, Ricardo Nicolau planeja a reorganização geral do sistema com mudanças de gestão e uso de tecnologia para zerar as filas de esperas do Sistema Nacional de Regulação (Sisreg). Atualmente, estima-se que mais de 200 mil pessoas esperam para fazer exames, cirurgias, e consultas na chamada ‘fila da morte’.

O candidato propõe a criação do Tratamento Fora de Domicílio (TFD) Intermunicipal para os casos que precisem ser transferidos para Manaus. A ideia é que os pacientes do interior se desloquem para a capital com o procedimento já marcado, com transporte e ajuda de custo pagas pelo governo do Estado.

Para Manaus, Ricardo Nicolau quer ampliar as salas de urgência e emergência dos hospitais João Lúcio, na zona leste, e 28 de agosto, na zona centro-sul. Outra meta é construir uma maternidade de alta complexidade com mais de 300 leitos na zona Leste de Manaus, bem como ampliar a maternidade Ana Braga e fazer modernização das demais maternidades.

Tecnologia na sala de aula

Ricardo Nicolau também destacou mais propostas para a educação pública, caso ele e sua candidata a vice-governadora, professora Cristiane Balieiro (PSB), sejam eleitos para o governo do Amazonas nas eleições de outubro.

“Ainda na educação, meu compromisso e da minha vice, professora Cristiane Balieiro, é colocar as escolas no século 21 e trazer tecnologia para a sala de aula, como lousas digitais. Também vou aumentar o número de escolas de tempo integral e qualificar os estudantes para o mercado digital. As quadras dos colégios serão abertas nos fins de semana para as comunidades, promovendo o esporte e afastando os nossos jovens das drogas”, pontuou.

Economia

Ricardo Nicolau também propõe diversificar a matriz econômica do Amazonas sem abrir mão da Zona Franca de Manaus (ZFM). A ideia é gerar emprego e renda para o povo aliando a preservação da floresta com o desenvolvimento tecnológico do estado.

Para os municípios do interior, Ricardo Nicolau defende a ampliação das linhas de financiamento para pequenos e médios produtores rurais a fim de gerar emprego e renda no interior. Além disso, o candidato quer a destinação de 100% dos recursos do Fundo de Fomento ao Turismo (FTI) para o interior.

A estimativa é de que o valor desse fundo seja de R$ 1,6 bilhão, mas o governo do Estado desvia esses recursos para pagamentos de despesas de outras áreas, como publicidade, sistema penitenciário e aluguel de veículos oficiais.

Ricardo Nicolau lidera a coligação ‘Nós, o Povo’, que tem como candidata a vice-governadora a professora Cristiane Balieiro. O grupo também possui mais de 60 candidatos que disputam os cargos de deputado estadual, deputado federal e senador da República.

Foto: Marcelo Cadilhe

Assessoria de Comunicação
Ricardo Nicolau

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui