Empresas de saúde já receberam quase R$ 1 bilhão do AM

Foto: Reprodução

Entre janeiro de 2019 e junho de 2020, o governo do Amazonas pagou R$ 976.461.298,04 às empresas da área fim que prestam serviços nas unidades da Rede Estadual de Saúde – empresas de serviços médicos, de enfermeiros e de técnicos de enfermagem.

Os valores pagos são referentes aos serviços prestados em 2020 e 2019, mas também alcançam os passivos de 2018, gestão anterior ao governo Wilson Lima.Foram pagos também R$ 135.242.032,64 por serviços prestados em 2018. Os pagam

entos de 2020 somam R$ 148.902.841,96 e devem ser a prioridade no momento. A secretária de Estado de Saúde, Simone Papaiz, afirma que segue determinação do governador Wilson Lima para melhorar os processos de pagamento no setor de saúde.

Segundo ela, a ordem na secretaria é de reduzir ao máximo o tempo de processamento dos pagamentos das empresas que prestam serviços para a saúde, passando a licitar todos os processos que hoje estão com o status de indenizatório, que atrasa ainda mais os pagamentos.

Em abril, o governador Wilson Lima determinou que fosse feito o levantamento das dívidas das empresas médicas e de serviços de enfermagem para que os passivos pudessem ser atualizados o quanto antes.

A maior fatia dos R$ 976.461.298,04 pagos ficou para as 23 empresas de serviços médicos. Juntas, elas receberam R$ 701.675.201,83. As 20 empresas de enfermagem e de técnicos de enfermagem receberam R$ 274.786.096,21.

A partir de janeiro de 2020, a Susam passou a fazer a contratação direta de técnicos de enfermagem, pondo fim ao contrato com empresas dessa modalidade. Desde então, 3.520 técnicos de enfermagem recebem em folha, o que também justifica a redução nos valores do ano corrente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui