Amazonas Economia

Feiras regionais abrem espaço aos produtores do interior

Foto: Roberto Carlos e Aguilar Abecassis/Arquivo SECOM
Escrito por Redação II

Independente do tempo, as feiras ocupam espaços importantes na grande maioria das capitais brasileiras. Nem mesmo a proliferação de novos supermercados, parece afetar com o segmento que segue firme com uma clientela cativa. Em Manaus, esse cenário está sendo usado pelo Governo  para viabilizar a venda de produtos regionais.

No mesmo estilo das tradicionais feiras de rua, o governo implantou a Feira de Produtos Regionais em 33 municípios do estado. Os números oficiais revelam que 22 mil produtores se beneficiaram dessa atividade, movimentando mais de R$ 18 milhões, o que revela um potencial crescente do setor.

Foto: Roberto Carlos e Aguilar Abecassis/Arquivo SECOM

As feiras vão continuar ate o final do ano em Manaus e também em 32 municípios. Essa experiência é mais uma intervenção do Estado, buscando criar as condições de venda apropriadas, tendo em vista que esse segmento no Amazonas enfrenta dificuldades há muito tempo, em função de todas as características da região.

Novas oportunidades – Na busca para viabilizar atividades econômicas que possam servir de alternativas para geração de empregos, o Governo foi buscar a produção de queijo. O que até há pouco tempo era algo pequeno e praticamente restrito apenas ao município de Autazes, apresentou uma nova dinâmica chegando a outros locais, como é o caso de Parintins e Manaus.

Foto: Roberto Carlos e Aguilar Abecassis/Arquivo SECOM

Na linha de produção de queijos, o campeão tanto na produção quanto em vendas é o queijo coalho. Há também o início da produção de queijos tipo manteiga e queijo branco, também conhecido como o queijo Minas. No momento há unidades produtoras em Autazes, Careiro da Várzea, Parintins, Iranduba, Manaus e Itacoatiara.

O Brasil é o terceiro maior produtor de queijos do mundo, enquanto Minas Gerais lidera o ranking de maior produtor de queijo do país. A Associação Brasileira das Indústrias de Queijo (Abiq) tem uma expectativa muito otimista em relação ao crescimento do setor para os próximos anos. No Amazonas, a atividade também sinaliza com boas possibilidades.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.