França envia 500 mil euros para ações de combate à Covid-19 no Amazonas

Parque das Tribos - Foto: Alex Pazuello/Semcom

O governo da França destinou recursos na ordem de €$ 500 mil, aproximadamente R$ 3 milhões, para serem investidos no fortalecimento de ações de enfrentamento à pandemia nas áreas de assistência social e saúde. O apelo feito pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, foi para combater a Covid-19 e proteger as etnias indígenas e os povos tradicionais do Amazonas .

Os recursos foram destinados com base na apresentação de dois projetos, com custo total de até €$250 mil cada. Na saúde, será ampliado o atendimento às populações vulneráveis e aos povos indígenas, brasileiros e estrangeiros, com aquisição de equipamentos e insumos, que totalizam investimento de R$1.427.370. Para a assistência social, o projeto contempla a aquisição de cestas básicas para atender 15.585 famílias, o que representam aproximadamente 78 mil pessoas. O valor total dessa aquisição está estimado em R$ 1.428.571.

Parque das Tribos – Foto: Alex Pazuello/Semcom

Saúde – A meta é implantar um serviço de radiologia na Unidade Básica de Saúde Móvel, com a finalidade de fortalecer a capacidade de resposta à pandemia pelo novo coronavírus e, ao mesmo tempo, ampliar a oferta de testes rápidos nas 18 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) preferenciais ao atendimento das síndromes gripais.

Assistência social  – Na área social, as ações serão encabeçadas pelo Fundo Manaus Solidária, presidido pela primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, e terão como foco as pessoas que residem em bairros com Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) abaixo da média nacional, que é de 0,699, além de populações indígenas em áreas urbanas da capital e moradores de comunidades rurais e ribeirinhas.

Também serão beneficiados com a doação de cestas básicas os catadores de materiais recicláveis; profissionais do setor de entretenimento, cultura e turismo; autônomos que tiveram suas atividades suspensas; mulheres em situação de vulnerabilidade; população em situação de rua; imigrantes e refugiados; e instituições/organizações da sociedade civil que trabalhem com famílias em situação de vulnerabilidade.

SOS Amazônia – A ambientalista sueca Greta Thunberg e o movimento Friday for Future também foram protagonistas da campanha “SOS Amazônia”, lançada pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, para chamar a atenção do mundo à região e aos povos tradicionais que padecem de assistência, ainda mais nesse período de pandemia. Greta usou toda sua influência para dar voz ao apelo do prefeito de Manaus e chegou a gravar um vídeo, juntamente com outros ativistas do movimento Friday For Future, enfatizando o pedido de ajuda junto aos líderes globais e a milhares de pessoas mundo a fora. O vídeo relatou a situação da pandemia no Amazonas e trouxe como mensagem principal, “Salvem a Amazônia”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui