Hotel abandonado a centro de reabilitação para dependentes químicos, propõe Ricardo Nicolau

Ricardo Nicolau propõe transformar hotel abandonado no maior centro público de reabilitação para dependentes químicos do Brasil - foto: Vanda Cadilhe/ Marcelo Cadilhe

Projeto foi apresentado durante encontro com moradores do bairro Santa Etelvina, zona norte de Manaus.

O candidato ao governo do Amazonas pela coligação ‘Nós, o Povo’ (Solidariedade / PSB), Ricardo Nicolau 77, anunciou que o Amazonas terá o maior e melhor centro público de reabilitação para dependentes químicos do país.

O projeto foi apresentado por Ricardo Nicolau e sua candidata a vice, professora Cristiane Balieiro (PSB), durante uma reunião com mais de 400 moradores do bairro Santa Etelvina, zona norte de Manaus.

A proposta de Ricardo Nicolau é utilizar a estrutura de um hotel abandonado que foi arrendado pelo governo do Estado na rodovia AM-010, após os proprietários do estabelecimento não quitarem as dívidas com a Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam).

“Era um hotel grande que está abandonado. Se Deus me der oportunidade, vamos transformá-lo no maior e melhor centro público de reabilitação do Brasil. É preciso tratar aquelas pessoas que, infelizmente, entraram no mundo das drogas. É uma questão de saúde pública. Infelizmente, cada vez mais jovens estão sendo aliciados pelo tráfico ”, disse.

Ricardo Nicolau (Solidariedade) e a vice, professora Cristiane Balieiro (PSB) – foto: Vanda Cadilhe/ Marcelo Cadilhe

Resgate dos jovens

Em seu plano de governo, Ricardo Nicolau propõe investimentos em educação, esporte e liberdade para desenvolver todo o seu potencial criativo e empreendedor da juventude amazonense.

“Eles precisam de apoio para se livrar da dependência do álcool e das droga e nós daremos o suporte especializado para que tenham de volta sua vida plena. Vamos levar tecnologia para as salas de aula, valorizar o  professor e incentivar o empreendedorismo digital para fazer com que os nossos jovens possam ajudar a tornar o estado cada vez mais forte”, ressalta.

O candidato também propõe o ensino básico com iniciação tecnológica em convênio com as prefeituras. Nas escolas estaduais do ensino médio, a ideia é qualificar os adolescentes e jovens estudantes especificamente para o mercado digital.

“A nossa educação precisa ter mais qualidade. Hoje, existe uma alternativa para fazer a verdadeira mudança. Eu sei de todas as dificuldades nas escolas, mas é possível mudar”, declarou Cristiane Balieiro, professora na rede estadual de ensino e em cursos preparatórios para vestibular.

Assessoria de Comunicação – Ricardo Nicolau

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui