Lei Municipal é ressaltada por Mitoso no Dia Mundial de Combate ao Câncer


Vereador Luiz Mitoso(PSD)/Foto: Tiago Correa
Vereador Luiz Mitoso(PSD)/Foto: Tiago Correa

No Dia Mundial de Combate ao Câncer, celebrado hoje, quarta-feira (08), é importante destacar o valor do autocuidado (cuidado pessoal), e da prevenção dessa doença, que cada vez mais vitimiza pessoas no Brasil e no mundo, alertou o vereador Luis Mitoso (PSD), na Câmara Municipal de Manaus.
Em Manaus, para orientar a população sobre os cuidados devidos contra a doença, a Lei Municipal de nº 1.407/2010, de autoria do vereador Mitoso, instituiu no calendário oficial a Semana Municipal de Prevenção, Orientação e Combate ao câncer de pele, medida que visa oportunizar o desenvolvimento de palestras, debates entre profissionais da saúde e campanhas de informação e sensibilização sobre esta que é um dos cânceres mais comuns em Manaus mas que, devido à falta de conhecimentos, todos anos causa vítimas embora seja uma doença que tem cura logo no início do seu desenvolvimento.

Para Mitoso, a importância de uma data para o combate ao câncer de pele é constituir um momento para a divulgação e a sensibilização da população para este grave problema de saúde pública. ” Esta doença mata muitas pessoas em nossa cidade e no Brasil, mortes que poderiam ser evitadas se as pessoas tivessem cuidado com seu corpo com medidas de prevenção simples, como não se expor muito tempo ao sol e usar protetores solares. Por outro lado, o Poder Público precisa fazer a sua parte, realizando campanhas educativas, e é esse o espírito da lei de minha autoria, considerando-se que Manaus é uma das cidades com maior incidência de câncer de pele do país”, ressaltou o parlamentar.

No Brasil, segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), a estimativa é que em 2015 ocorram mais de 576 mil novos casos de câncer; a doença do tipo não melanoma atingirá cerca de 182 mil pessoas, seguindo-se o câncer de próstata, com 69 mil casos; câncer de mama feminino, com 75 mil registros; câncer do cólon e reto, com 33 mil casos; e os cânceres de pulmão, com 27 mil casos, do estômago, atingindo 20 mil pessoas e do colo do útero, afetando 15 mil mulheres.

Para mais informações é preciso com que a pessoa procure uma unidade de saúde mais próxima de sua casa para realizar exame preventivo ou diagnóstico imediato em caso de suspeita da doença.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui