Lixão pode causar prejuízos para a Prefeitura de Nova Olinda do Norte

Foto: Reprodução

O prefeito de Nova Olinda do Norte (a 138 quilômetros de Manaus), Adenilson Reis, está na mira do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). O gestor deverá responder a uma Ação Civil Pública impetrada pelo Ministério Público do Amazonas (MPAM) que aponta que o descarte de lixo no município é feito incorretamente e causa danos ambientais.

O município deverá comprovar à Justiça que o lixão não oferece riscos à saúde pública. A Promotoria de Justiça já havia enviado ofício para a prefeitura solicitando informações sobre a situação do aterro sanitário.

O despejo do lixo em Nova Olinda do Norte, de acordo com o MPAM, tem gerado degradação ambiental no local, podendo ainda afetar a população e a vegetação do município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui