Luta Olímpica do AM trás 13 medalhas de torneio na América Central

Atletas do CTARA brilharam na competição e a delegação formada por 14 lutadores amazonenses conquistou 13 de medalhas entre ouro, prata e bronze.

Atletas do CTARA brilharam na competição e a delegação formada por 14 lutadores amazonenses conquistou 13 de medalhas entre ouro, prata e bronze.
Atletas do CTARA brilharam na competição e a delegação formada por 14 lutadores amazonenses conquistou 13 de medalhas entre ouro, prata e bronze.

Em grande fase no cenário nacional, a Luta Olímpica baré vive momentos de afirmação pelo Brasil a fora. Desta vez, os lutadores amazonenses brilharam no último final de semana durante a Copa Internacional do Panamá da modalidade. Na competição, estiveram presentes ainda além do país anfitrião, representantes da Costa-Rica, Colômbia, Porto-Rico, Estados Unidos e Brasil.

Para a competição, a delegação amazonense que conta com o apoio do Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (CTARA), foi constituída por 14 lutadores e liderada pelo treinador cubando do centro de treinamento Dagoberto Arbolez. E desta vez todos os lutadores medalharam. No total, foram 13 medalhas. Sendo sete de ouro, quatro de prata e duas de bronze.

Troféus e medalhas conquistadas no torneio.
Troféus e medalhas conquistadas no torneio.

“Vencemos na categoria cadete masculino e feminino no estilo livre. Foram sete pessoas, quatro homens que venceram nas categorias 50kg, 58kg, 54 e 69kg. Já no feminino, as vitórias vieram nas categorias 56, 52 e 46kg”, explicou o presidente da Federação Amazonense de Luta Livre Esporte (FALLE), Helton Henrique.

Ainda de acordo com o cartola, na equipe de juniores masculina (formada por lutadores até 18 anos) Matheus Frota foi o responsável por representar o Amazonas no pódio ao conquistar o bronze. Na mesma categoria, Cristiane Saldanha, que conquistou a prata no naipe feminino da mesma categoria.

De acordo com o presidente, a experiência positiva fora serve para dar bagagem para os atletas.  “A competição era de porte mediano com um grande nível técnico. O nosso principal objetivo era esse, dar experiência internacional e deixar todos aptos a competir em grandes competições”, encerrou Helton

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui