Manaus é a única cidade do país que começou a vacinar pessoas de 18 anos

Foto: Ruan Souza/ Semcom

O prefeito de Manaus, David Almeida, voltou a defender a necessidade de o governo federal acelerar a distribuição de novas doses das vacinas contra a Covid-19, para que os municípios possam avançar na imunização da população brasileira.

A declaração foi feita na tarde deste domingo, 11/4, aos jornalistas das redes de comunicação norte-americana “Public Broadcasting Service” (PBS-TV) e “The New York Times”.

David mostrou à imprensa internacional que Manaus já tem quase 100% da população com mais de 60 anos vacinada com a primeira dose do imunizante e enfatizou o fato da Campanha de Vacinação, coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), contemplar, a partir desta segunda-feira, 12, as pessoas de 55 a 59 anos com qualquer comorbidade, com a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

“Por várias semanas, Manaus liderou o ranking das capitais que mais vacinaram proporcionalmente. Somos a primeira cidade do país a iniciar a vacinação das pessoas com 18 anos. Nosso processo de imunização foi elogiado e virou referência para outros municípios. Tudo isso prova que estamos no caminho certo. Precisamos manter o distanciamento social e vacinar. Só assim vamos vencer essa pandemia”, afirmou David.

Foto: Ruan Souza/ Semcom

Distanciamento social

Ao ser questionado sobre o pico da doença que atingiu Manaus no início deste ano, David Almeida enfatizou que um dos principais motivos que contribuíram para a propagação do novo coronavírus foi a pouca adesão que os decretos de distanciamento tiveram na cidade, principalmente durante as festas de fim de ano.

“As pessoas não aderiram aos decretos de distanciamento. O que aconteceu foi que no final do ano passado, questões políticas atrapalharam muito o combate à Covid-19. A desobediência civil aos decretos instituídos pelo governo do Estado, de distanciamento, influenciou no agravamento da doença no Estado e pagamos um preço muito caro, muito dolorido, com o avanço da segunda onda de novos casos”, ressaltou Almeida.

Outro ponto discutido durante a entrevista foi o isolamento geográfico de Manaus, em relação ao resto do país.

Celebração

Durante a entrevista, David Almeida revelou que planeja comemorar o término da pandemia do novo coronavírus com uma grande celebração e espera contar com nomes conhecidos como o cantor irlandês Bono Vox, vocalista da banda U2, declarado defensor das riquezas naturais e da Amazônia.

Ele explicou que esse evento serviria para atrair os olhos do mundo para as coisas boas da cidade e da população.

“Passamos por momentos muito difíceis. Somos uma cidade no meio da floresta com mais de 2,2 milhões de habitantes. Então, quando tudo isso passar, nós queremos fazer uma celebração na nossa cidade. Celebração da vida, alegria e torcendo para que tenhamos dias melhores na nossa cidade. Sonho que um dia nós possamos celebrar isso aqui, para que o mundo olhe para cá com uma grande celebração e nós vamos em busca do apoio do Bono Vox”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui