Manaus recebe Oficina de Formação de Educadores do Florestabilidade

Curso

Curso
Oficina do Florestabilidade/Foto: Divulgação

Com o objetivo de ampliar o conhecimento sobre as florestas na Amazônia, e discutir as oportunidades de trabalho e empreendedorismo vinculadas ao manejo florestal, professores da rede de ensino do estado do Amazonas, que lecionam para os 8º e 9º anos do Ensino Fundamental e para o Ensino Médio, terão a oportunidade de participar da Oficina de Formação de Educadores do Florestabilidade.

A oficina é gratuita, tem vagas limitadas e será realizada amanhã (19) e na quarta (20), na sede da Fundação Amazonas Sustentável, em Manaus. Os interessados podem fazer suas inscrições pelo site http://www.florestabilidade.org.br.

Durante o encontro, os professores serão apresentados ao conteúdo e à metodologia do Florestabilidade, cujo intuito é despertar nos jovens o interesse pelo manejo e a gestão da floresta, gerando benefícios sociais, ambientais e econômicos. Dentre os materiais disponibilizados às escolas participantes estão: videoaulas, programas de rádio, livros e sugestões de planos de aula sobre o manejo de produtos madeireiros e não madeireiros (como açaí, babaçu, borracha, castanha, copaíba e cipó-titica) e o crescente mercado de serviços ambientais. Esse material será entregue gratuitamente aos professores participantes da oficina e também está disponível na Biblioteca do site www.florestabilidade.org.br. Durante a aplicação do Florestabilidade na escola, os professores receberão suporte da equipe do Florestabilidade para a troca de experiências entre as escolas, esclarecimento de dúvidas e sugestões para o planejamento de atividades pedagógicas.

Em 2013, o Florestabilidade envolveu mais de 2.500 educadores de vários estados da Amazônia na educação para o manejo florestal. No Amazonas, por meio do Telecurso Igarité, foi utilizado em 77 telessalas de 28 municípios, incluindo a capital Manaus – onde cerca de 80 professores do 9º ano do Ensino Fundamental participaram de formações.

Sobre o Florestabilidade

O Florestabilidade é um projeto de educação que tem por objetivo despertar os jovens para uma importante missão: a de se tornarem gestores da maior floresta tropical do planeta. Desde outubro de 2012, o projeto vem sendo aplicado por mais de 500 escolas. Presente em seis estados – Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará e Rondônia –, o Florestabilidade utiliza a metodologia da TelessalaTM e visa difundir as técnicas do manejo florestal e fomentar uma rede colaborativa entre profissionais, aspirantes à profissão e o mercado de produtos florestais.

O Florestabilidade é um projeto da Fundação Roberto Marinho, em parceria com o Serviço Florestal Brasileiro e a Good Energies Foundation.

Diversos especialistas e instituições dedicadas à gestão sustentável das florestas contribuíram com o desenvolvimento do material pedagógico, dentre eles o Serviço Florestal Brasileiro (SFB), o Instituto Floresta Tropical (IFT), o Imazon (Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia), o Imaflora (Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola), o IEB (Instituto Internacional de Educação do Brasil) e o Instituto Estadual de Florestas do Amapá (IEF-AP).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui