Manifestação em apoio a Bolsonaro leva de 7×1 dos atos pela Educação

"Manifestação pró-Bolsonaro atinge somente 156 cidades em todos estados contra 222 a favor da Eduação - foto: montagem/arquivo

Neste domingo, o G1 registrou atos em apoio ao governo federal em 156 municípios até as 20h40, enquanto que na quarta-feira (15) foram 222 cidades até esse horário.

No mesmo horário da quarta-feira 15 de maio, quando foram realizados atos em defesa da educação, foram contabilizados protestos em 222 cidades de todos os 26 estados do país, mais o Distrito Federal.

Número de pessoas a favor do desmonte da previdência, educação, instituições não foi o esperado pela organização milionária do movimento – foto: Nordeste 1

O balanço das 20h40 foi o último registrado naquele dia de cobertura dos protestos de estudantes.

Tanto em 15 de maio quanto neste domingo não houve estimativa de público – feita por autoridades e organizadores – em todos os atos registrados pelo G1.

Comparativos das manifestações pro família Bolsonaro e a favor da EDUCAÇÃO – foto: ilustração G1

Nos dois dias, as manifestações foram pacíficas e não houve registro de incidentes.

Por G1 — São Paulo

Em meio aos atos a favor do governo Bolsonaro sendo realizados pelo país, o senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP), que é da oposição, disse que o balanço da manhã, em sua visão, mostra manifestações bem aquém das realizadas contra os cortes de verbas para a educação, no dia 15.

no dia 15, milhões de estudantes e professores foram às contra o corte nas Universidades do Brasil – foto: SimPro

“Parece-me muito aquém do que foi mobilizado, nem se compara com os protestos do dia 15, estão muito abaixo. Se for comparar com o dia 15, foi um 7 a 1 pro dia 15”, disse o senador, ironizando: “Os robôs que o presidente Bolsonaro tem nas redes sociais não foram para as ruas, pelo menos na parte da manhã”.

Segundo ele, Bolsonaro aposta em um jogo “perigoso” que tende a corroer mais sua relação com o Congresso.

“Ele enfraquece mais o apoio no Parlamento. E a última retaguarda que ele buscava era apoio popular nas ruas. Pelo menos por enquanto, a minha previa concepção que está formada é que não conseguiu, não alcançou.”

FOLHAPRESS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui