Nerita de Castro terá de devolver quase R$ 90 mil aos cofres públicos

Foto: Reprodução

Em até 30 dias, a presidente da Câmara Municipal de Novo Airão (a 115 quilômetros de Manaus), Nerita de Castro Menezes, terá de devolver quase R$ 90 mil aos cofres públicos. As contas da parlamentar, referentes ao exercício de 2015, foram reprovadas pelo pleno do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM).

Entre as irregularidades estão o recebimento de diárias sem finalidade pública. Além disso, houve um conjunto de impropriedades identificadas e não sanadas pela responsável. A parlamentar teria liberado as diárias para outros vereadores de Novo Airão e também para funcionários “fantasmas” da casa, ou seja, pessoas que não fazem parte do quadro efetivo de servidores e nem mesmo ocupam cargos comissionados dentro do parlamento municipal.

Dessa maneira, Nerita também fica inelegível e impedida de sair como vice na chapa de Frederico Júnior nas eleições do próximo ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui