O novo alvo do senador Omar Aziz é a comunicação de Presidente Figueiredo

No desespero, Omar Aziz ataca em todos os flancos para evitar derrota em 2022 - foto: arquivo/recorte

Na volta do processo de afastamento da prefeitura de Presidente Figueiredo, no último dia 06 de dezembro, o prefeito Romeiro Mendonça (PDT) resolveu mudar alguns nomes do seu secretariado, o principal deles, a fraca comunicação exercida pelo radialista Walter Yallas.

Não demorou muito, começou a circular na cidade a informação de que o senador Omar Aziz (PSD) aportou no município para sugerir apoio irrestrito e um nome da sua ‘extrema confiança’ para ocupar a Secretaria de Comunicação Social do Município e, com isso, formar mais um reduto que possa livrá-lo da eminente derrota nas urnas e, cadeia, depois das eleições de 2022.

Para figuras graduadas da política local, Omar joga por todos os lados, apara e aponta para sair do buraco negro que se enfiou ao ser denunciado de envolvimento no desvio de dinheiro da Saúde, no Estado do Amazonas e, de ter toda a sua família envolvida e presa, pela Operação Maus Caminhos da Polícia Federal.

Confiança máxima

Com um secretário de sua absoluta confiança em um dos municípios com a maior arrecadação no Estado, ele entraria no processo de tentativa de limpeza do seu nome junto ao eleitorado amazonense. Tentativa, mas ainda faltam dois anos, muitos convencimentos e composições com outros políticos melhor posicionados. Quem sabe dá certo.

É provável que a memória dos eleitores amazonenses não consiga chegar a 2022 com o mesmo entendimento do mal que o senador fez às pessoas que precisavam de Saúde, em todo o Estado no período que ele e o ex-governador José Melo estiveram no poder.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui