Padre Fábio de Melo e a crise na Igreja – por Garcia Neto

Padre Fábio de Melo

Padre Fábio de Melo
Padre Fábio de Melo

Sai Papa entra Papa e a igreja continua debaixo de um regime caduco e tacanho, que só persegue os seus próprios interesses. Essa conduta secular tem incomodado boa parte do clero que vê que a igreja católica está em constante declive, com um número cada vez maior de fiéis migrando para outros segmentos religiosos. Percebe-se, ainda, que a linguagem continua a mesma, obsoleta, anacrônica, chata, repetitiva, moralizante, totalmente desadaptada à nossa época.
Defendendo uma igreja progressista, mais ativa, moderna, o sacerdote Fábio José de Melo Silva, o conhecido padre Fábio de Melo, corre o risco de nadar, nadar, e morrer na praia. Não vai sobreviver no meio das feras com suas declarações de que o cristianismo está reduzido a medalhinhas, que a teologia está sendo substituída por devoções vazias, de que Maria e São José estão tomando o lugar de Cristo.

Durante suas pregações, padre Fábio defende uma mudança de mentalidade e um novo olhar para a verdadeira igreja de Cristo. Assim sendo, a crise está sacramentada e o padre corre o risco de ser expulso da congregação. Os mais felpudos gurus evangélicos já estão de olho no “irmão” padre, que não arreda o pé na defesa de uma inovação que expresse a fé de modo apropriado e que tenha significado para o homem de hoje.

Após a renúncia do Papa Bento XVI, escrevi em meu artigo CRISE NA IGREJA: A NECESSIDADE DA MUDANÇA que o desafio estava lançado para tirar a Igreja do atoleiro em que se encontra. Enquanto a cúpula do Vaticano não abrir os olhos e repensar a necessidade da mudança, a evasão de seus fiéis para outras religiões vai continuar a crescer, na busca em outros locais do alimento que não encontram em casa.

Disto o padre Fábio sabe, e cabe reconhecer que a fé cristã, que em outros tempos outorgava sentido à vida das pessoas, é para elas hoje um enigma, restos de um passado que acabou. Até quando Fábio de Melo vai resistir?
Garcia Neto

 

 

 

 

*Garcia Neto é jornalista e professor universitário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui