Para Vaticano, bispos não precisam relatar abuso infantil às autoridades


Por meio de um comunicado divulgado ao longo da semana, o Vaticano afirma que os bispos da Igreja Católica não são obrigados a relatar à polícia eventuais casos de abuso infantil cometidos por clérigos. O dever deles, de acordo com o documento, seria o de comunicar internamente, aos superiores.

O documento em questão faz parte do conteúdo da formação de novos bispos e, segundo a revista Veja, foi escrito pelo monsenhor e psicoterapeuta francês Tony Anatrella. “Não é necessariamente o dever dos bispos denunciar os suspeitos às autoridades, à polícia ou à promotoria local no momento em que ficam cientes dos crimes ou atos pecaminosos”, diz o documento, reconhecendo que “a igreja tem sido particularmente afetada por crimes sexuais contra crianças”.

Ainda de acordo com a publicação, a formação foi frequentada por 30% dos bispos católicos do mundo desde 2001, quando foi criada.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui