Polícia Militar vai parar por falta de fardamento

PMs podem parar atividades, em Agosto/Foto: Arquivo
PMs podem parar atividades, em Agosto/Foto: Arquivo
                                   PMs podem parar atividades, em Agosto/Foto: Arquivo

No próximo dia 6 de agosto, soldados, cabos e sargentos irão paralisar duas atividades por duas horas pela manhã, duas horas a tarde, e duas a noite.  Naquele dia, os PMs até irão para as ruas de Manaus, mas não irão atender nenhuma ocorrência.
A convocação está sendo puxada pela Associação dos Polícia Militares do Estado do Amazonas (APEAM), que pretende parar, também, o serviço nas Companhias Interativas Comunitárias (Cicom), quartéis, e demais unidades da PM.

Do efetivo de 9.500 policiais da ativa, 6.200 estão na capital e 3.300 no interior, dos quais devem parar atividades, parte dele.

Segundo o presidente da APEAM, Gerson Feitosa, a situação está  insustentável entre  soldados, cabos que estão trabalhando com fardamento e coturnos velhos, o que tem revoltado os praças que, ao reclamarem, junto aos superiores, ou sofrem represália ou punição por isso.

Foi o que ocorreu com o soldado  Hernandes  Menezes Soutelo que foi preso pelo tenente coronel Saunier, por ter ido trabalhar a paisana, no último dia 06, no quartel da Companhia de Guardas, justamente, por vir reclamando há quatro meses da falta de fardamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui