Patologia Cultural – por Moises Maciel da Costa

A patologia do bem, o sarau que representa os artistas sedentos por cultura.

Depois de um ano de confinamento por causa da pandemia vários setores estão voltando as suas atividades normais, e com a cultura não está sendo diferente, em Manaus no mês de abril se iniciou um grande movimento literário e poético que reúne na última sexta feira do mês escritores, poetas, artistas plásticos e compositores em um sarau chamado de Patologia Cultural.

O sarau tem esse nome para representar o estado patológico que os artistas estão passando nesse ano sabático que deixou todos doentes por cultura, isso fez nascer esse lindo movimento que reunir os artistas que estavam sedentos pelas causas culturais e tendo como patrono o saudoso Armando Menezes.

Esse silogeu tornou-se um colóquio caloroso que retumba a belas poesias representadas em haicais, rondós, vilancetes, sonetos, músicas e arte plásticas, alguns artistas aproveitam esse momento magico para publicar suas obras, livros e quadros são os verdadeiros primores que ilustram o ambiente fazendo parte do bojo tornando o contubérnio mais probo.

Esse evento será realizado dia vinte e cinco (25 de junho) no salão do Palácio Rio Negro na Avenida Sete de Setembro as 18hs com entrada franca ocorrerá a terceira edição do Patologia Cultural, promovido pela ALCAMA (Academia de letras e cultura do Amazonas) e ABEPPA (Associação Brasileira de Escritores e Poetas Pan-Amazônicos) em parceria com SEC – Secretária de Cultura do Amazonas, o sucesso já é esperado e todos estão convidados, Lançamento do Livro “O segredo da Cabana” do escritor Moises Maciel da Costa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui