Peixeiro envolvido em homicídio, no Jorge Teixeira é preso

O infrator irá permanecer na delegacia até a conversão do mandado de prisão temporária/Foto: Divulgação

Manaus – Na manhã desta segunda-feira, 27, a Polícia Civil cumpriu mandado de prisão temporária, com prazo de 30 dias, por homicídio qualificado, em nome do peixeiro Anisson Freitas de Lima, 24, conhecido como “Chocolate”.
De acordo com Mac Donald, o infrator é mais um dos envolvidos na morte do estudante do Ensino Médio Kayube de Carvalho Oliveira, ocorrida no dia 5 de agosto deste ano, na rua Paranacaxi, Comunidade Valparaíso, bairro Jorge Teixeira, zona leste da capital. No dia do fato, Kayube foi confundido por um mototaxista como autor de roubo. Em seguida, o estudante foi agredido até a morte, com pauladas, pedradas e golpes com capacete. Ele tinha 16 anos.
“Chocolate” foi preso pela equipe da DEHS na tarde da última sexta-feira (24/8), por volta das 17h, no bairro Jorge Teixeira, zona leste da capital. O mandado de prisão temporária, por homicídio qualificado, em nome de Anisson, foi expedido naquele mesmo dia, pelo juiz George Hamilton Lins Barroso, da 1ª Vara do Tribunal do Júri.

“Anissoné citado pelas testemunhas, em todos os depoimentos colhidos até o momento na especializada, como participante ativo do crime. Ao longo das investigações identificamos que ele esteve presente desde o primeiro momento, quando abordaram a vítima, até a hora em que o corpo de Kayube foi deixado perto deum igarapé, na Comunidade Valparaíso. Então eu representei à Justiça o pedido de prisão temporária em nome do infrator”, explicou o delegado.

O infrator irá permanecer na delegacia até a conversão do mandado de prisão temporária/Foto: Divulgação

Conforme o titular da DEHS, o infrator, em um primeiro momento, durante depoimento na unidade policial, negou envolvimento no homicídio. No entanto, pessoas que presenciaram o crime confirmaram que o peixeiro agrediu o estudante durante a ação criminosa. O caso está sendo investigado pelos policiais civis da especializada desde o dia em que o crime ocorreu.

Indiciamento – Anisson foi indiciado por homicídio qualificado. O infrator irá permanecer na delegacia até a conversão do mandado de prisão temporária, com prazo de trinta dias, para preventiva.

“Estamos trabalhando intensamente para identificar todos os envolvidos no homicídio do adolescente. Ao longo das investigações, já verificamos a participação de algumas pessoas, já temos alguns apelidos e os trabalhos estão sendo feitos de forma investigativa pra não intimidar as pessoas que estavam no momento do crime. Verificamos a grande participação de populares, então estamos trabalhando para chegarmos à qualificação e às demais providências cabíveis em torno do caso”, relatou o titular da DEHS.

Envolvimento – Na noite do dia 10 de agosto deste ano, Vinícius Nascimento Mendes, 20, foi preso por policiais militares do Comando de Policiamento de Área (CPA) da zona leste da cidade, durante ação comandada pelo tenente-coronel Franciney Bó. O jovem também está envolvido na morte de Kayube.

Disque-Denúncia – Para concluir, o delegado pede ajuda da população na identificação dos demais envolvidos no crime. “Quem puder colaborar com o nosso trabalho, indicando a localização desses elementos, peço que liguem para (92) 99184-4434, o disque-denúncia da DEHS, ou ao 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes”, garantiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui