Perigo: ramais de P. Figueiredo estão tomados por lixo hospitalar contaminado

Ramal no entorno de Presidente Figueiredo viraram deposito de lixo contaminado, denunciam moradores - foto: divulgação

Mesmo pagando um contrato de R$ 9 milhões para coleta de lixo, a prefeitura de Presidente Figueiredo permite que a empresa coletora espalhe dejetos contaminado (lixo hospitalar) nos ramais do entorno da cidade de Presidente Figueiredo, deixando os moradores em pânico e tendo que enfrentar o sério problema de saúde pública.

Os ramais do município estão tomados por lixo, a maioria hospitalar, como curativos, tecidos com sangue, embalagens de soro, restos de material cirúrgico, entre outros.

O contrato para coleta foi firmado pela prefeita Patrícia Lopes com uma empresa pertencente a um patrocinador de campanha. Um dos acordos é com a Basalto Engenharia e o outro com a Norte Ambiental. No entanto, o serviço não é executado conforme resa no contrato.

O medo de contaminação leva moradores denunciarem às autoridades públicas federais – foto: divulgação

Vereadores ausentes

Por sua vez, os vereadores do município e demais autoridades não tomaram nenhuma providência quanto ao lixo espalhado na beira dos ramais. Para os moradores, a situação é de total desprezo com a saúde da população.

O caminhão coletor está parado a mais de dois meses e sem promessa de ficar pronto – foto: divulgação

Ainda de acordo com os moradores das imediações dos dejetos contaminados e espalhados, o carro coletor de lixo está quebrado há bastante tempo. O veículo está abandonado na oficina para reparo.

“Não aguentamos mais esse descaso por parte da prefeita Patrícia Lopes nem das demais autoridades. O secretário de meio ambiente do município e os vereadores não se preocupam com a situação. Já fizemos várias reclamações e nada foi feito. Enquanto isso, o lixo hospitalar continua espalhado a céu aberto por todo o ramal”, disse o presidente da comunidade Nova Aliança, Natalino Soares.

O lixo contaminado em vídeo:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui