Pescadores de Manicoré vão receber incentivo de aproximadamente R$ 244 mil

Foto: Divulgação/Idam

Pescadores artesanais de Manicoré irão receber máquinas, equipamentos e apetrechos de pesca financiados por meio da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam). Os projetos elaborados pelo Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) foram assinados na última semana e estão orçados em aproximadamente R$ 244 mil.

Segundo o gerente do Idam em Manicoré, Rigoney Nascimento, a próxima etapa é o encaminhamento dos projetos para a Afeam. “Agora é esperar o parecer da Agência para realizarmos a próximas etapas, que é fazer com o que os equipamentos cheguem aos pescadores e realizar o acompanhamento técnico da atividade”, disse o gerente.

Ainda segundo Rigoney, esses financiamentos irão incentivar e apoiar os pescadores artesanais do município, assim como, ajudar na melhoria da qualidade e renda das famílias que vivem da pesca. No total, 16 pescadores do Sindicado dos Pescadores (Sindpesca) e Colônia de Pescadores serão beneficiados com o incentivo que recebe o acompanhamento do Idam desde a seleção dos pescadores para pesquisa cadastral, até a implantação e ampliação do projeto financiado.

Foto: Divulgação/Idam

Para o presidente do Sindpesca, Heytielson Monteiro, essa parceria entre o Idam e as associações de pescadores é fundamental, porque produtores organizados e com orientações técnicas adequadas têm mais chances de conseguirem a aprovação de projetos junto aos agentes financiadores. “Com essa parceria conseguimos trazer melhoria para atividade de pesca no município e a rapidez no transporte do produto é um exemplo disso. Com a troca do motor rabeta pela voadeira, conseguimos oferecer ao consumidor um pescado de qualidade e que chegue de forma mais rápida para o consumo”, destacou Monteiro.

“Hoje, levamos mais de 12 horas para chegar com o pescado na sede do município, e com a utilização de uma voadeira conseguiremos fazer todo esse processo no mesmo dia”, reforçou o pescador Erici Costa, 32, da comunidade Maravilha, que trabalha com a atividade de pesca há mais de 20 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui