PF prende empresário Aparecido Naves Junior acusado da queima de helicóptero

Empresário ligado a garimpo ilegal é preso acusado de ordenar a queima de aeronaves do Ibama - foto: recuperada

A Polícia Federal prendeu o empresário Aparecido Naves Junior, de 35 anos, por suspeita de ordenar o ataque que incendiou dois helicópteros do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) em Manaus (AM), no dia 24 de janeiro.

Ele foi preso em um condomínio de luxo de Goiânia (GO), na tarde dessa quarta-feira (2). Outras cinco pessoas foram presas.

De acordo com o portal G1, o superintendente da PF no Amazonas, Leandro Almada, disse que a “motivação do crime foi o prejuízo que ele sofreu em ações de fiscalização tanto do Ibama, com utilização dessas aeronaves, quanto da Polícia Federal, no decorrer de 2021”.

A prisão ocorreu dentro da Operação Acauã, que tem como objetivo apurar os crimes de incêndio, dano qualificado e associação criminosa.

247

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui