Piloto Anthoine Hubert morre após grave acidente na F2

Anthoine Hubert morreu após um grave acidente na Fórmula 2 - Reprodução/[email protected]

O piloto Anthoine Hubert morreu após um grave acidente na Fórmula 2, que envolveu ao menos três carros, de acordo com comunicado da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) O francês de 22 anos foi atingido pelo carro de Juan Manuel Correa durante a primeira prova do fim de semana da categoria, na Bélgica – momentos após o treino classificatório da Fórmula 1.

Um comunicado da FIA informou que Hubert foi levado a um centro médico após a batida e morreu às 18h35 no horário local (13h35 no horário de Brasília). Correa foi levado ao hospital em condição estável.

“Como resultado do incidente, a FIA lamenta informar que o piloto do carro #19, Anthoine Hubert, sucumbiu aos seus ferimentos e morreu às 18h35. O piloto do carro #12, Juan-Manuel Correa está em condição estável e está sendo tratado no hospital CHU Liège”, informou a federação.

A prova era a primeira bateria do fim de semana da Fórmula 2, e a batida aconteceu logo na segunda volta, com Juan Manuel Correa, Anthoine Hubert e Giuliano Alesi. Alesi foi examinado e liberado.

A batida aconteceu na subida para a Raidillon, em Spa-Francorchamps, quando Giuliano Alesi perdeu o controle do carro. O também francês Hubert bateu na proteção de pneus. Quando o carro voltou à beira da pista, Juan Manuel Correa acertou o carro de Hubert em cheio.

“Depois de um acidente no primeiro setor, na segunda volta, a corrida não será continuada. Nós providenciaremos mais informações assim que as tivermos”, postou a categoria, logo após o ocorrido.

A Fórmula 1 lamentou a morte em seu Twitter: “Nós estamos devastados com a notícia da morte de Anthoine Hubert. Nossos pensamentos vão para sua família e amigos. Ele nunca será esquecido.”

Nascido em Lyon, Hubert começou a correr de kart em 2006, com 12 anos, e passou a se destacar. Em 2013, passou para a Eurocup Formula Renault 2.0, evoluindo até a Fórmula 3 e a GP3 Series em 2016 – nesta última categoria, foi campeão em 2018.

O ápice havia sido o anúncio de sua entrada oficial como piloto da BWT Arden na Fórmula 2. Participou de 16 corridas, com duas vitórias. Ele fazia parte da equipe de jovens talentos da Renault.

Hamilton em choque

Hamilton dava entrevista a repórteres na Bélgica quando interrompeu a fala e viu em um telão o grave acidente. O veterano inglês não escondeu o choque e ficou com os olhos vidrados, transparecendo a seriedade do acidente.

Hamilton, que ficou na terceira colocação no grid de largada para o GP da Bélgica, que acontece amanhã, ficou sem palavras. “Ai, ai, ai. Oh, uau”, limitou-se a dizer, no começo.
“Espero que aquele garoto esteja bem”, adicionou o inglês, ainda com cara de espanto. “Isso é assustador”.

Fonte: Esporte/UOL


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui