Piso salarial dos profissionais de Assistencia Social pode chegar a R$-4.700,00

Deputado Sabá Reis reunido com Assistentes Sociais na ALEAM/Foto: Divulgação
Deputado Sabá Reis reunido com Assistentes Sociais na ALEAM/Foto: Divulgação
Deputado Sabá Reis reunido com Assistentes Sociais na ALEAM/Foto: Divulgação

Indicação sobre o piso salarial dos profissionais de Assistência Social, será  encaminhada ao governador José Melo, pela Assembleia Legislativa do Amazonas, para que seja de R$ 4.700,00, para uma carga horária de 30 horas semanais, de acordo com decisão, tomada na tarde de quinta feira (19), após uma Audiência Pública comandada pelo deputado Sabá Reis (PR), que debateu o tema. Reis é autor de um Projeto de Lei já aprovado pela Aleam que torna obrigatória a presença de um assistente social nas escolas da rede pública.
O debate envolveu membros do Conselho Regional de Serviço Social (Cress) e do sindicato de Assistentes Sociais do Estado do Amazonas (Saseam), que apontaram que o piso proposto é baseado no salário atual de uma assistente social da área de saúde. “Sabemos que no Poder Judiciário se paga R$ 7 mil, no entanto, estamos começando, por isso, nos apegamos ao que ganha um profissional que atua na Saúde. É o começo da luta para a valorização desse importante profissional”, esclareceu Maria Nilce ferreira, presidente do Cress.

Para o deputado Sabá Reis que também é assistente social, a promulgação da Lei de sua autoria e a indicação do piso, são ações que demonstram a vontade de trabalhar e defender essa categoria. “Estou motivado com a volta ao parlamento e sei que posso contribuir para que esses profissionais tenham o reconhecimento que merecem. Essa é bandeira de luta de quem tem um pouco de experiência, pois já fui secretário da Assistência Social, numa época muito mais difícil. Vários programas que implantamos, continuam até hoje. Vamos fazer a indicação e acreditamos na sensibilidade do governador, José Melo (PROS) e da primeira dama, Edilene Oliveira para atender a essa reivindicação”, finalizou o deputado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui