Pista do Aeroporto de Confins é fechada após pouso de emergência

Avião ainda na pista na manhã desta quinta-feira/Reprodução/G1

Pista de Confins fecha e 116 voos são afetados/Reprodução/G1

O Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, está fechado para pousos e decolagens nesta quinta-feira. O motivo foi um pouso de emergência durante a madrugada. Os voos com destino a Confins estão sendo direcionados para outros aeroportos e quem tem viagem marcada deve procurar a companhia aérea antes de seguir para o aeroporto. Até as 10h, 127 voos haviam sido cancelados.

O avião seguia de São Paulo para Londres. Por meio de nota, a Latam informou que o voo LA8084 partiu do Aeroporto Internacional de Guarulhos à 0h30 e alternou para Confins “em razão de questões técnicas”. A empresa confirma a previsão de que o terminal só será liberado no início da noite. “Durante o pouso, às 1h43, os pneus da aeronave foram danificados e terão de ser trocados para possibilitar a retirada da aeronave da pista, que está interditada pelo menos até as 19h”.

Painel no Aeroporto de Confins mostra maioria dos voos “não confirmado”(foto: Alexandre Mello/Divulgação)

Trinta voos da Latam, tanto pousos quanto decolagens que seriam realizados em Confins foram cancelados. “A LATAM reforça aos passageiros que confirmem a situação de seus voos diretamente na página status de voos e não se dirigirem ao aeroporto”. Leia a nota na íntegra:

“A LATAM Airlines Brasil informa que o voo LA8084 (São Paulo/Guarulhos-Londres), que partiu às 00h30 (hora local) de hoje (20), alternou para o aeroporto de Belo Horizonte/Confins em razão de questões técnicas. Todos os passageiros desembarcaram em segurança e estão recebendo a assistência necessária. Durante o pouso, às 1h43, os pneus da aeronave foram danificados e terão de ser trocados para possibilitar a retirada da aeronave da pista, que está interditada pelo menos até as 19h.

Em razão disso, 30 voos da companhia de/para Confins foram cancelados até as 19h e 1 alternado. A LATAM reforça aos passageiros que confirmem a situação de seus voos diretamente na página Status de Voos e não se dirigirem ao aeroporto.

Àqueles que tiverem seus voos impactados podem alterar seus voos ou solicitar reembolso do bilhete sem a cobrança de taxa de remarcação e das diferenças tarifárias da passagem para nova data, sem multas, de acordo com a disponibilidade. Outra opção é que os passageiros entrem em contato com o Call Center pelos telefones 4002-5700 (nas capitais) ou 0300-570- 5700 (nas demais localidades do Brasil) antes de se dirigirem ao aeroporto de Confins.

A companhia reitera que seguiu todos os procedimentos previstos para este tipo de situação, mantendo o controle da aeronave em todos os momentos e resguardando sempre a segurança de seus passageiros.

A LATAM reafirma o seu compromisso em manter os mais altos padrões de segurança e lamenta os inconvenientes que esta situação possa ter causado aos clientes.”

VOOS DESVIADOS A BH Airport, concessionária do Aeroporto de Confins, informou que os pneus da aeronave terão que ser trocados na pista e que as equipes do terminal e da Latam estão trabalhando para providenciar os equipamentos necessários para o procedimento. “Todos os voos com destino a Belo Horizonte estão sendo direcionados a outros aeroportos. A BH Airport recomenda que todos os passageiros entrem em contato com as companhias aéreas e consultem a situação dos voos antes mesmo do deslocamento até o aeroporto”, orienta a concessionária.

A GOL Linhas Aéreas informou que, devido ao fechamento da pista, nove voos da companhia com origem, escala, conexão ou destino em Confins foram cancelados. “ A GOL ressalta que os Clientes com voos cancelados estão sendo reacomodados em outros voos regulares ou reforços, criados para atendê-los a partir da liberação do Aeroporto de Confins.” Ainda segundo a companhia, os passageiros impactados pelos cancelamentos podem remarcar suas viagens, solicitar reembolso ou crédito integral de suas passagens pelo site da empresa, aplicativo ou central de atendimento.

Em nota, a Azul Linhas Aéreas informou que os voos programados até o meio-dia que passariam pelo aeroporto da capital mineira estão cancelados. A companhia ainda informa que “está prestando toda assistência necessária aos seus clientes assim como acompanhando a BH Airport na normalização das operações.”

A Avianca confirmou o cancelamento dos voos 6144 GRU–CNF e 6147 CNF–GRU. “A companhia esclarece que os clientes impactados podem remarcar as passagens sem custo nos próximos sete dias ou obter reembolso integral. Nesse momento, a Avianca Brasil segue fornecendo todo o suporte necessário para atendê-los da melhor forma possível”, informou por nota. A companhia também afirma que lamenta o ocorrido e o desconforto causado aos clientes, mas ressalta que cancelamentos ou alterações nos horários em função de incidentes externos, às vezes são “necessários para garantir a segurança de seus clientes e colaboradores, principal prioridade da empresa”.

O Estado de Minas aguarda retorno das outras linhas aéreas que operam no Aeroporto Internacional Tancredo Neves.

Passageiros relatam susto

Uma passageira identificada apenas como Paula usou o Twitter para relatar os momentos de pânico que viveu na aeronave. O relato dela foi usado em um Moments da rede social, que é uma compilação de tweets sobre um assunto do momento. Nesta manhã, “Confins” aparece nos Trending Topics. Ela conta que pegou um voo de Fortaleza para Guarulhos, onde embarcou no avião que teve o problema. “Após uns 30, 40 minutos de voo, o motor começou a fazer um barulho muito grande e todas as tvzinhas apagaram. Até aí ‘tudo bem’ né, já tinha viajado em voos que as tvzinhas tinham apagado mas depois voltava”, disse.

(foto: Paulo Filgueiras/EM/DA Press )

“Passou tipo uns 10 minutos e nada de ninguém falar nada, até que o piloto falou que estávamos com um ‘pequeno’ problema técnico e iríamos pousar o aeroporto de Cumbica (BH)”, escreveu. Na verdade, ela se referia ao terminal de Confins. “Mais uns 10 minutos depois, o piloto, tentando falar com a torre, acionou erroneamente o microfone pra falar com os passageiros e disse a seguinte frase: ‘problema GRAVE com a aeronave, sistema elétrico parou e também o avião está sem estabilidade’”, contou.

Por outro lado, a aposentada Márcia Torres, de 51 anos, disse que o piloto passou segurança aos passageiros e deixou claro que a situação era complicada, contrariando a versão da viajante que disse que o áudio havia vazado. “Deu pane total no sistema. Logo, ele (piloto) passou toda a segurança pra gente. Foi bem claro que estava com problemas e era perigoso. O comandante foi muito claro, mantendo a calma, tipo ‘eu estou no comando, sei o que vou fazer”.

Segundo Márcia, ela percebeu algo estranho na aeronave logo no momento do embarque. “Entrou todo mundo e eu fiquei bem na asa do avião, a 30A. Estranhei porque já senti um cheiro de queimado, pensei que era coisa minha. Quando ele decolou, a gente já ouviu um barulho estranho, mas não era turbulência”.

A passageira, que estava a caminho de Londres para passar as férias com a filha que mora na capital britânica, elogiou a destreza do piloto. “Ele estava totalmente no escuro. Foi Deus dirigindo ele. Tanto é que quando ele pousou o pneu estourou e começou já a querer pegar fogo, muita fumaça, e vieram logo os bombeiros. Teve bastante jato de espuma”, comentou. Ela acredita que foram 40 minutos até que os passageiros fossem liberados para desembarcar em segurança. Ainda segundo ela, a companhia aérea ofereceu hospedagem e refeições para os passageiros da aeronave, mas ela ainda não sabe se eles vão conseguir viajar hoje à noite ou na sexta-feira.

Vídeo:

Fonte: EM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui