Amazonas Amazônia Negócios Política

Plano antiecológico de Bolsonaro pode acabar com a Amazônia

"Bolsonaro e seu bando deixaram claro qual é o programa antiecológico. Acabar com o Ministério do Meio Ambiente, garrotear Ibama e ICMBio e pô-los sob a pata dos bois num Ministério do Agro", diz o colunista Marcelo Leite - foto: 247
Redação
Escrito por Redação

O jornalista Marcelo Leite afirma que o projeto de Jair Bolsonaro contempla a destruição da Floresta Amazônica. “Bolsonaro e seu bando deixaram claro qual é o programa antiecológico.

Acabar com o Ministério do Meio Ambiente, garrotear Ibama e ICMBio e pô-los sob a pata dos bois num Ministério do Agro”, diz ele, em artigo publicado neste domingo, na Folha de S. Paulo.

“Bolsonaro e seu bando deixaram claro qual é o programa antiecológico. Acabar com o Ministério do Meio Ambiente, garrotear Ibama e ICMBio e pô-los sob a pata dos bois num Ministério do Agro”, diz o colunista Marcelo Leite – foto: 247

“Na semana em que o Painel Intergovernamental sobre Mudança do Clima (IPCC, em inglês) publicou novo relatório alertando governos de que podem restar menos de duas décadas para evitar o pior do aquecimento global, em que o Nobel de Economia foi para estudiosos do impacto da transição climática e em que o furacão Michael castigou a Flórida, o que faz o mitômano? Reafirma que vai tirar o Brasil do Acordo de Paris”, pontua.

“Espantoso é que gerentes do mercado de capitais, de bancos e do capitalismo dito moderno, desses vegetarianos que gostam de andar de bicicleta na avenida Faria Lima e doar para ONGs para ajudar o ambiente, estejam apoiando Bolsonaro.

O capitão reformado no Planalto, tomando o que diz por seu valor de face, está pronto para acender esses rastilhos. Se o pior acontecer na Amazônia, o pessoal da Faria Lima terá as mãos sujas de sangue e de cinzas.”

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.