Povos indígenas terão ações de prevenção contra a Covid-19

Foto: Reprodução

Aproximadamente 38 mil kits de higiene familiar, acompanhados de materiais informativos sobre prevenção contra o coronavírus, estão sendo distribuídos em regiões da Amazônia brasileira.

A iniciativa faz parte do projeto Povos Indígenas da Amazônia contra a Covid-19, fruto da parceria entre Unicef Brasil, Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab) e Instituto Leônidas e Maria Deane, a Fiocruz Amazônia.

O objetivo é apoiar os povos indígenas nos estados do Amazonas, Acre, Amapá, Pará e Roraima na prevenção e mitigação dos impactos da Covid-19.

A distribuição dos kits é realizada pelo Unicef, em parceria com a Coiab e organizações indígenas regionais que definiram as comunidades beneficiárias e mobilizaram parceiros locais para garantir o alcance do maior número de famílias em situação de vulnerabilidade.

Além dos kits e materiais informativos, estão sendo enviados também totens para álcool em gel que serão instalados em organizações indígenas, municípios, casas de saúde indígena, escolas e centros comunitários.

Foto: Reprodução

Outra ação do projeto, que ocorre em paralelo as entregas dos kits, é o curso on-line Bem Viver: Saúde Mental indígena. O Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) iniciou, no dia 4 de janeiro de 2021, as inscrições desta capacitação que podem ser feitas por meio do link de acesso: https://campusvirtual.fiocruz.br/gestordecursos/hotsite/bemviversaudeindigena

O curso de formação é gratuito, virtual e terá cinco módulos, abrangendo aspectos relacionados à saúde mental e fatores psicossociais que já eram enfrentados pelas populações, mas que se intensificaram no período da Covid-19. O conteúdo poderá ser acessado a partir de 15 de janeiro via plataforma EAD da Fiocruz. A interação entre alunos e professores ocorrerá por meio da rede social Whatsapp.

Indígenas e profissionais ligados à saúde, à educação e sistemas de proteção social (conselheiros tutelares, assistentes sociais e psicólogos) serão beneficiados com a formação. A ideia é contribuir com o fortalecimento da rede de apoio psicossocial e proteção de crianças e adolescentes nas áreas beneficiadas pelo projeto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui