Presidente do Sindicato dos Feirantes é preso por extorsão, sequestro e roubo de cargas

David Lima extorquiu comerciante em R$ 50 Mil, com apoio de policiais militares. Governador mandou exonerá-los - foto: divulgação

O presidente do Sindicato dos Feirantes, Davi Lima da Silva, foi preso nesta terça-feira (10) por envolvimento no esquema de extorsão, sequestro e roubo de cargas que envolvem ainda um capitão e outros praças da Polícia Militar no município de Rio Preto da Eva.

A prisão de Davi Lima que já foi candidato a deputado federal na eleição de 2018, foi em cumprimento a mandado de prisão expedido pelo juiz Carlos Henrique Jardim da Silva.

De acordo com o comandante da Polícia Militar do Amazonas, coronel Ayrton Ferreira do Norte, e as investigações conduzidas pela Secretaria de Segurança(SSP) e pela Corregedoria Geral do Sistema de Segurança Pública, Davi Lima teria participado diretamente da extorsão feita por policiais que exigiram R$ 50 mil do gerente do Lojão Caruaru, Jefsson Silva Danta de Souza, na semana passada em Rio Preto.

Carga roubada por David Lima e PMs, presa em Rio Preto da Eva – foto: divulgação

Davi teria até seguido em seu carro o grupo de policiais quando os mesmos fizeram a abordagem ao gerente e a um caminhão carregado de mercadorias em Rio Preto da Eva.

Na ocasião, a guarnição de Rio Preto prendeu em flagrante o capitão Everton Zaranza Portilho e o cabo Samuel de Freitas Andrade. Os demais envolvidos, incluindo Davi Lima, teriam fugido.

Nesta terça-feira, no desdobramento das investigações, a delegada Tâmera Maciel deu voz de prisão a Rogerio Pinheiro de Freitas, Miquéias Duarte Ribeiro e Ribson de Souza Maciel, todos policiais lotados da 24ª Cicom, no Centro da cidade.

Todos serão expulsos da corporação por determinação do governador Wilson Lima e do comandante da PM, coronel Ayrton Ferreira do Norte.


1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui