PRF resgata crianças venezuelanas em situação de vulnerabilidade em RR

Crianças eram obrigadas a pedir esmolas nas ruas/Foto: Divulgação/PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), em conjunto com o Núcleo de Proteção à Criança e Adolescente do Tribunal de Justiça de Roraima, o Ministério Público Estadual e a Polícia Militar, realizou nesta terça-feira (24) o resgate de duas crianças indígenas em situação de vulnerabilidade social na Capital.

As menores, de aproximadamente doze anos de idade, foram encontradas no entorno da Rodoviária Internacional de Boa Vista. Segundo testemunhas, elas estariam sendo exploradas pelos próprios pais, sendo obrigadas a pedir esmolas nas praças e semáforos da região central da cidade.

As jovens pertencem à etnia Panare, povoado indígena localizado no extremo oeste do Estado de Bolivar na Venezuela. Elas fogem, com suas famílias, da crise financeira que ocorre naquele país.

Crianças eram obrigadas a pedir esmolas nas ruas/Foto: Divulgação/PRF

As jovens foram encaminhadas ao abrigo de Boa Vista e nesta quarta-feira (25) serão conduzidas para entidades de proteção e acolhimento onde passarão por exames.

OPERAÇÃO DOMIDUCA- A PRF destacou que a ação é um reforço da operação “Domiduca”, realizada pelo órgão federal entre os dias 11 e 15 de outubro em todo o Brasil visando o combate e enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes ao longo das rodovias federais de Roraima.

No Estado, foram mapeados 39 pontos (bares, motéis e postos de abastecimentos) que são propícios a essa prática. A fiscalização ocorreu nos municípios de Boa Vista, Caracaraí, Iracema, Mucajaí, Bonfim e Pacaraima.

Fonte: Folha BV

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui