Primeiros recuperados da Covid-19 atendidos em outros estados chegam a Manaus

Foto: Lucas Silva/Secom

Recuperados da Covid-19, dez pacientes que haviam sido transferidos por meio do Governo do Amazonas para atendimento em unidades hospitalares do Distrito Federal e Piauí, retornaram a Manaus. A chegada ocorreu no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes e foi marcada por palavras de comoção, saudades e superação. “Foi difícil, mas estou aqui para contar”, registrou uma das recepcionadas nesta sexta-feira (22/01).

Neila Meireles, de 45 anos, ficou internada no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias. Após ser analisada pela equipe médica e apresentar quadro moderado de Covid-19, a força-tarefa de saúde e assistência social do Governo do Estado articulou a ida dela para o Distrito Federal. Segundo ela, o único pensamento era conseguir alta médica para ver de novo as filhas.

A filha de Neila, Beatriz Meireles, de 24 anos, aguardava a chegada da mãe no aeroporto com filho Artur. Para ela, todo o sacrifício e esforço valeram a pena, trazendo mais esperança para as famílias que estão com parentes fora de Manaus.

Foto: Lucas Silva/Secom

Recomeço – O recomeço para todos os recuperados acabou sendo a palavra de ordem. No aeroporto, alguns amazonenses saíam do portão de desembarque segurando a placa “Eu venci o Covid-19”, comemorando o retorno com saúde nos braços dos familiares. O primeiro voo fretado pousou na capital por volta das 21h com seis pessoas recuperadas, enquanto o segundo, do Piauí, pousou no Aeroporto Eduardo Gomes por volta de 0h30.

Daniela Pereira chegou no segundo voo e disse que o momento de maior alegria foi receber dos médicos do Hospital Universitário do Piauí a notícia que estava curada. “Foi muita felicidade. Agradeço o Estado do Piauí que me atendeu muito bem. Já estou em casa para abraçar meus filhos”.

Foto: Lucas Silva/Secom

Rodinei Costa estava internado no Hospital João Lúcio e também recebeu atendimento da equipe do Hospital Universitário de Brasília. Ele agradeceu a recepção dos profissionais do Distrito Federal. “Nós recebemos toda a logística, tratamento psicológico, fisioterapeuta e médicos. É uma imensa alegria retornar agora para a família. Agradecer a Deus e pela oportunidade e também ao Governo do Estado pela oportunidade dada a nós”.

A emoção também tomou conta de Márcio Santos, de 45 anos. Acompanhado do irmão, Marcelo Santos, ele agradeceu o Governo do Estado pela iniciativa. “Foi só Deus mesmo na nossa vida. Agradeço todo o apoio do governador, que mandou a gente pra Brasília. Tivemos essa oportunidade de estar aqui de volta, com nossos familiares”.

“Peço que as famílias acreditem, que tenham esperança, que o Brasil está com o Amazonas. Todos os Estados, tenho certeza que a população é muito grata por receber os amazonenses e dar o melhor tratamento possível para que possam recuperar a saúde”, assegurou Marcelo aos familiares com parentes internados.

Apoio psicossocial – Na chegada a Manaus, um grupo formado pelo Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) viabilizou o transporte do recuperados até às residências. Promovendo o apoio psicossocial, o órgão possui técnicos nos oito Estados onde há pacientes em tratamento com o objetivo de prestar o auxílio necessário aos familiares no Amazonas.

Óbitos – Além dos pacientes recuperados, os corpos de dois pacientes que vieram a óbito fora do Amazonas chegaram a Manaus nesta sexta-feira (22/01). Os corpos foram encaminhados para os procedimentos e serão entregues aos familiares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui