Procon Amazonas divulga pesquisa de preços de materiais escolares

Procon/am realiza pesquisa sobre material escolar/Foto: Alfredo Fernandes

Procon/Am realiza pesquisa nas livrarias/Foto: Alfredo Fernandes

Procon/am realiza pesquisa sobre material escolar/Foto: Alfredo Fernandes

O Departamento do Programa Estadual de Proteção, Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-AM), vinculado à Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejus), divulgou ontem, sexta-feira (03), uma relação de preços de 59 itens de listas de materiais escolares, resultado de consulta realizada em cinco livrarias comparando os valores dos produtos vendidos, em Manaus.

A medida visa coibir a prática abusiva de preços por parte dos comerciantes com a proximidade do início do ano letivo, além de orientar pais ou responsáveis. De acordo com a diretora do Procon-AM, Silvana Miranda Côrrea, a pesquisa ajuda a população a ter noção dos preços praticados e da economia doméstica.

“Desta forma buscamos evitar que as livrarias, que fizeram ou não parte da pesquisa, aumentem o preço em função da demanda. Além de ser um mecanismo de prova caso haja abuso excessivo do preço desse material. Pois assim, nós temos como tomar as medidas administrativas cabíveis e proteger o consumidor”, afirmou Silvana.

Caderno, borracha, papéis em geral e até mochilas fazem parte da pesquisa de preço, que identificou algunsitens com diferença de preços bastante significativa. Como exemplo é possível destacar a agenda do estudante cujo valor varia de R$ 3,90 a R$ 24,30; a cola em bastão, com preços de R$ 0,65 até R$ 5,90; eummini dicionário de português que em uma loja custa R$ 5,50e em outra R$ 42,00.

“Esta ação facilita a vida dos pais no momento da compra do material escolar dos filhos. É uma forma de orientar o consumidor. Pois, eles vão ter noção de quanto vão gastar e onde vão comprar mais barato os itens”,completou Silvana.

Os pais que já estão indo às compras estão atentos à diferença de preços e avaliam como positiva a iniciativa do Procon-AM.Para o eletricista Francisco Apoliano, a pesquisa colabora com o orçamento familiar. “Sou pai de duas crianças. Então, os gastos são dobrados. Logo, essa pesquisa é muito importante porque vai me ajudar a calcular tudo o que eu posso gastar de acordo com o dinheiro que eu ganho”, afirmou Apoliano.  

O resultado da pesquisa está disponível no site da Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos,www.sejus.am.gov.br, e no portal do Governo do Estado, www.amazonas.am.gov.br.Em caso de dúvidas, o consumidor também pode entrar em contato com o Procon-AM  pelo número 08000921512.                 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui