Raimundo Magalhães toma posse como prefeito de Coari-AM

Raimundo Magalhães, toma posse em Coari/Foto: Divulgação

Raimundo Magalhães, toma posse em Coari/Foto: Divulgação
Raimundo Magalhães, toma posse em Coari/Foto: Divulgação

O empresário Raimundo Magalhães (PRB), foi empossado no cargo de prefeito de Coari pela juíza eleitoral da comarca, Dinah Câmara, na manhã de hoje, quinta-feira (16).
A posse de Magalhães depois da sessão do pleno realizada na terça-feira, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que, por  3 votos a 2, foi derrubada a liminar que impedia a diplomação do segundo colocado nas eleições de 2012.

A diplomação e posse de Magalhães é decorrente da cassação do registro de candidatura do prefeito Adail Pinheiro e do vice-prefeito Igson Monteiro ocorrida no dia 17 de dezembro e oficializada em acórdão publicado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no dia 19 de março.

A Câmara Municipal de Coari, de acordo com a Lei Orgânica do Municipio, tem até dez dias para dar posse ao prefeito diplomado.

Antes mesmo de tomar posse, Magalhães já anunciava que um dos primeiro atos de sua administração seria fazer uma auditoria nas contas de Coari para descobrir qual o “rombo”  real nas contas do município.

Paralelo a isso, o procurador-geral de Justiça, Fábio Monteiro, anunciou também um cerco para descobrir o valor desse “rombo”.

Monteiro explicou que de janeiro até agora, quatro prefeitos se alternaram no comando dos cofres do município mais rico do interior do Amazonas. Por ano, Coari arrecada, só de royalties da exploração de petróleo e gás, R$ 90,2 milhões. Por mês, são de R$ 16 milhões a R$ 18 milhões de receita. Em alguns meses chega a R$ 20 milhões mensais”, afirmou Monteiro.

Há informações de que parte desse dinheiro estão sendo usados para pagar advogados e para outros fins para colocar os grupos políticos no poder de Coari justamente por causa da riqueza do município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui