RO: motocicletas terão taxímetro informou o Impem-RO

Motocicletas que fazem o transporte de passageiros deverão ter taxímetros instalados até ao final deste semestre.

Motocicletas que fazem o transporte de passageiros deverão ter taxímetros instalados até ao final deste semestre.
Motocicletas que fazem o transporte de passageiros deverão ter taxímetros instalados até ao final deste semestre.

A informação é do presidente do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem-RO), Osni Ortiz. Segundo ele, o Inmetro já está avaliando aparelhos para selecionar os mais completos para serem credenciados.
“A instalação de moto taxímetros nos veículos será importante porque vai assegurar, ao usuário do serviço, o pagamento de um valor justo pela corrida”, salienta Osni, lembrando que a frota de moto táxi no Brasil cresceu muito nos últimos anos e tornou-se uma alternativa para o deslocamento de pessoas nas cidades.
No mês de janeiro, o Ipem-RO aferiu 710 taxímetros em Porto Velho. A ação foi devida a mudança tarifária, “sempre que há um reajuste temos que aferir todos os táxis”, destaca o presidente do Instituto. Ele explica que esta é a aferição eventual, sendo que todos os meses, de acordo com o final da placa, os taxímetros tem que ser vistoriados. A capital tem uma frota de 750 táxis em funcionamento.
Para este ano estão previstas ainda, vistorias junto às empresas embaladoras de gás de cozinha (GLP) e a assinatura de um convênio com a Eletrobrás, responsável pela distribuição de energia no Estado. “Existe uma perda estimada em R$ 300 milhões em desvio de energia, mas este número deverá cair consideravelmente quando o Ipem começar a fazer a aferição dos medidores”, diz o presidente do Ipem, Osni Ortiz.

 
(Impem Ro)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui