A sorte de Praciano está sendo decidida pela Executiva nacional do PT


O diretório estadual do PT está se reunindo com o secretário de mobilização do partido.
O diretório estadual do PT está se reunindo com o secretário de mobilização do partido.

O PT do Amazonas está decidindo na reunião que está sendo realizada agora, na sede do Partido, se aceita ou não a determinação da executiva nacional em retirar a candidatura do deputado Francisco Praciano ao senado, na chapa de Eduardo Braga (PMDB).
A direção nacional do partido enviou o membro da executiva, Jorge Coelho, para dar a “martelada final” nesse assunto. Ele veio com a determinação de por fim à candidatura de Praciano, porque o PT pretende ter palanque para a presidente Dilma Rousseff na coligação do Pros/PSD de Omar Aziz, que também é candidato ao Senado.
Para o assessor parlamentar, Jorge Chaves (o Lelé), eles não iriam acatar a decisão da direção nacional. “Essa é uma negociação feita pelo Gilberto Kassab (PSD-SP), para beneficiar o ex-governador Omar Aziz, que é do partido dele”, justificou Lelé.
Lelé disse que eles vão mostrar para o membro da executiva nacional, o apoio que o Praciano conseguiu reunir em torno da sua indicação. “Praciano conseguiu unir o Partido em torno dessa proposta e não vamos abrir mão dela”, antecipou.
Sobre uma intervenção no PT Amazonas, Lelé disse que o Praciano é candidato ao Senado ou não terá candidatura a outro cargo eletivo. Ele abriria mão da Câmara Federal.
A decisão terá que sair até às 15h, porque a Convenção do PMDB está marcada para às 16h. Ou seja, o PMDB teria que encontrar um candidato ao Senado, em pouco mais de uma hora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui