Suspeito de estuprar sobrinha oferecia comida em troca de silêncio

Crianças e responsáveis foram ouvidos na Depca - Foto: Divulgação

Um homem foi preso, na manhã desta quinta-feira (27), suspeito de abusar sexualmente de duas sobrinhas, de 12 e 13 anos. De acordo com a polícia, o tio oferecia comida e dinheiro para que as meninas não denunciassem os abusos. A adolescente de 13 anos esta grávida de aproximadamente 6 meses do próprio tio, irmão de seu pai.

Outra sobrinha, de 12 anos, também revelou que o tio passava a mão no corpo dela. Mas não chegou a ter relações sexuais.

De acordo com informações repassadas pela polícia, o homem atraía as vítimas para casa dele, no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus. Na época ele morava em um quitinete, ao lado da casa da sobrinha de 13 anos.

Crianças e responsáveis foram ouvidos na Depca – Foto: Divulgação

Todos os abusos aconteciam dentro da casa do tio, onde ele morava com a esposa e o filho. Ele esperava a família sair para atrair as sobrinhas.

“A vitima contou que a primeira vez que aconteceu [o abuso] foi em dezembro de 2016. Ela disse que foi até a casa do tio pedir leite para fazer um mingau e ele disse que só daria se ela desse um beijo nele. A menina disse que não, mas ele a agarrou e a beijou. A situação se repetiu até o estupro ocorrer”, disse a delegada adjunta da Delegacia Especializada Em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), Grace Jardim.

Ameaças

Para que elas não falassem para ninguém sobre os abusos, o tio distribuía dinheiro, comida e presentes as duas meninas.

“Ele também dizia que ia mandar acidentar o próprio irmão, pai da menina de 13 anos, caso ela falasse alguma coisa. Também dizia que iria machuca lá caso se ela contasse”, disse a delegada Jardim.

Gravidez e prisão

O pai da jovem de 13 anos descobriu a situação no feriado de Natal, no última terça-feira (25). Ele percebeu um volume anormal na região do ventre da criança e comprou um exame de gravidez.

Com o resultado positivo, a criança falou aos pais que há mais de um ano era violentada pelo tio. O caso foi registrado na Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), no bairro Planalto.

“Na madrugada do dia 25 fizemos o pedido de prisão preventiva que saiu ontem (26). E hoje cedo fomos cumprir. A polícia agiu bem rápido”, disse a delegada.

O homem foi preso encaminhado para a Delegacia Especializada a (Depca), no bairro Planalto,na manhã desta quinta-feira (27). Ele será ouvido em depoimento.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui