Tony Medeiros defende a participação de artistas locais em eventos da Copa

Deputado Tony Medeiros/Foto: Danilo Mello
Deputado Tony Medeiros/Foto: Danilo Mello
Deputado Tony Medeiros/Foto: Danilo Mello

A programação cultural para o período da Copa do Mundo, foi tema do discurso do deputado estadual Tony Medeiros (PSL), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), na manhã de hoje, quarta-feira (07), defendendo a participação dos cantores locais no evento esportivo como forma de prestigiar a cultura amazonense.

Na opinião de Tony Medeiros, não justifica trazer artistas de outros Estados brasileiros, ganhando cachês altíssimos quando o Estado do Amazonas tem excelentes artistas que terão a oportunidade de mostrar seu potencial. “Vou fazer uma solicitação por meio desta Aleam para saber qual o cachê que será pago a cada artista nacional e local e vou publicar”, disse.

Segundo o parlamentar, é comum pagar milhares de reais para artistas nacionais, enquanto os locais, que ralam os 365 dias por ano, o cachê não dá para comprar dois ingressos na Copa. “Isso é uma vergonha e não vamos permitir que isso aconteça”, afirmou Tony.

De acordo com o deputado, a Copa é uma oportunidade para mostrar a milhares de turistas e bilhões de telespectadores o que o Estado do Amazonas, uma das sedes do evento esportivo, possui em termos de arte, cultura, povo, terra, enfim seus costumes e sua gente. “Será uma oportunidade ímpar para mostrarmos nossa riqueza cultural”, afirmou.

Como presidente da Frente Parlamentar de Cultura, Tony disse ser cobrado com relação a essas questões e vai continuar defendendo a presença maciça dos artistas locais, bem como os de outras regiões do Norte do Brasil, a exemplo de Roraima, Rondônia e do Pará, que possuem uma cultura muito parecida com a do Amazonas. “É preciso ter a participação não somente dos bois Garantido e Caprichoso, mas também de grupos de danças, Ciranda e outras manifestações culturais”, mencionou.

Participação internacional

Como artista, Tony Medeiros, que é Amo do Boi Garantido, disse ter sido convidado para cantar em vários eventos mundiais como o Festival de Jazz na Copa da Suíça e da França. “Tivemos a oportunidade de nos apresentar no Parque dos Príncipes, na Copa França, e um ano antes já sabíamos que íamos cantar, inclusive oito meses antes já estava tudo preparado”, disse.

Em aparte, os deputados Fausto Souza (PSD) e Conceição Sampaio (PP) também se solidarizaram ao discurso de Tony, por entenderem se tratar de uma oportunidade única para que o Amazonas possa efetivamente mostrar sua cultura, costumes e sua gente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui