Vereador convoca secretário da SEMED para tratar da política de creches na CMM

Secretário Humberto Michiles, convocado para falar sobre as creches, na CMM/Foto: Arquivo

Secretário Humberto Michiles, convocado para falar sobre as creches, na CMM/Foto: Arquivo
Secretário Humberto Michiles, convocado para falar sobre as creches, na CMM/Foto: Arquivo

Em função da suspensão das licitações para a construção de creches em Manaus, determinada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), o vereador Waldemir José (PT), solicitou à Mesa Diretora da Câmara Municipal de Manaus (CMM), na sessão de ontem (19), que seja votado Requerimento de sua autoria, pedindo o comparecimento do secretário municipal de educação, Humberto Michiles, para tratar da política de creches para a cidade.

De acordo com o vereador, ano passado o prefeito suspendeu a licitação para construção de creches, operacionada na gestão do ex-prefeito Amazonino Mendes (PDT), sob o argumento de que a concorrência pública beneficiava apenas uma única empresa que detinha 29 contratos. Já em 2014, o TCU também mandou interromper o processo licitatório alegando que os editais beneficiavam certas empresas.

“O que me chama atenção nessa situação é que essas mesmas denúncias foram feitas anteriormente em 2013 pela própria Prefeitura e eu mesmo denunciei nessa Casa Legislativa esse procedimento irregular. Mesmo assim, segundo o TCU, a Prefeitura continuou com as mesmas ações, ou seja, gestão nova com práticas velhas”, disse Waldemir José.

Ele afirmou que é de extrema importância que haja transparências nas ações do Poder Executivo e que o Governo Federal já repassou para o município de Manaus R$12,3 milhões do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para o Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância). Waldemir Lembrou, ainda, que o prefeito Artur Neto (PSDB) disse que construiria 45 novas creches em 2013 a partir dos recursos federais.

“Diante das necessidades de construção de creches que a cidade tem e, sobretudo, diante dessa situação não esclarecida, acredito ser importante que a Câmara Municipal tenha um diálogo com o Secretário Municipal de Educação, Humberto MIchilles,  acerca dos fatores que levaram o TCU a suspender as licitações para construção das creches em Manaus. Por isso, solicito celeridades na aprovação desse requerimento”, concluiu Waldemir José.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui