Vereador de Urucurituba deverá devolver mais de R$ 100 mil aos cofres públicos

Foto: Reprodução/Facebook

O vereador e ex-presidente da Câmara Municipal de Urucurituba (a 212 quilômetros de Manaus), Reginaldo de Castro Soares, foi multado em R$ 133,1 mil pelo Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM). Ele comandou o parlamento da cidade em 2018.

Por conta de irregularidades apresentadas durante sua gestão, Soares terá de devolver aos cofres públicos R$ 37,5 mil que, somado ao alcance de R$ 95,5 mil totalizou R$ 133 mil.

Entre as irregularidades que resultaram na penalidade estão atrasos nas entregas de balancetes mensais nos 12 meses da gestão; ausência de demonstrativo de recebimentos e pagamentos; despesa de gastos maior do que estabelecida em lei, e um serviço de informação ao cidadão inexistente, sem atendimento de forma física aos interessados, que descumpre a lei de acesso à informação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui