Vigilância em Saúde envia novas equipes técnicas para a fronteira do Alto Solimões

Foto: Divulgação

Equipe viaja nesta sexta-feira (06/08) e no sábado (07/08) para atuar no diagnóstico de Covid-19

A Vigilância em Saúde do Amazonas envia novas equipes de técnicos para atuar no enfrentamento à Covid-19 na região de fronteira do Alto Solimões, no extremo oeste do estado. Os profissionais de saúde seguem viagem para os municípios de Tabatinga, Benjamin Constant e Atalaia do Norte, nesta sexta-feira (06/08) e no sábado (07/08), para reforçar ações como testagem em massa da população e intensificação da vacinação contra Covid-19.

Na manhã desta sexta, a nova equipe enviada é composta por epidemiologista, enfermeiros, bioquímico e técnicos de enfermagem e de laboratório da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), além do infectologista Bernardino Albuquerque, coordenador do comitê de especialistas de enfrentamento à Covid-19 do Governo do Amazonas. O grupo se dividirá na atuação do enfrentamento à Covid-19 nos três municípios fronteiriços, dando suporte às ações desenvolvidas em parceria com as secretarias municipais de saúde das localidades.

No sábado, seguirão para Tabatinga o diretor-presidente da FVS-RCP, Cristiano Fernandes; o secretário de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), Anoar Samad; e o secretário executivo de Assistência da Capital (SEA/SES-AM), Jani Kenta.

A equipe vai cumprir agenda oficial voltada a ações de enfrentamento à disseminação da infecção pela variante Lambda junto aos representantes municipais da região fronteiriça e dos países da Tríplice Fronteira. A FVS-RCP está enviando também equipamentos para implantar o diagnóstico molecular de Covid-19 por meio de RT-PCR em tempo real.

A estratégia visa fortalecer a vigilância da Covid-19 nos municípios da fronteira. Com base nesse exame, será possível coletar amostras para que seja realizado o sequenciamento genético que identifica as linhagens do vírus.

“Todas as ações estão sendo realizadas para o monitoramento rápido da situação epidemiológica, e a realização do diagnóstico molecular é um importante avanço na região, visando o fortalecimento do diagnóstico, bem como da Vigilância Genômica e Vigilância em Saúde”, afirma Cristiano Fernandes.

A diretora técnica da FVS-RCP, Tatyana Amorim, explica que foi implementada a realização de exames de diagnóstico de Covid-19 por meio de testes de antígeno de RT-PCR para identificação da infecção na população, além do suporte à vacinação contra a infecção na região. “A equipe que chegou à fronteira, na última segunda-feira (02/08) já realizou o diagnóstico situacional. Então, a nova equipe segue para a fase de execução das ações”, afirma.

Diagnóstico situacional – Na segunda-feira (02/08), 26 profissionais de saúde da FVS-RCP, Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-FVS), Secretaria de Estado da Saúde (SES-AM), Força Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS), Secretaria de Assistência do Interior (Seai) e Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), foram enviados para Tabatinga, região de fronteira do Alto Solimões.

Referência – A FVS-RCP é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas. A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus. Os contatos telefônicos da FVS-RCP são (92) 3182-8550 e 3182-8551.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui