Wilker cobra celeridade na execução das emendas parlamentares

Algumas emendas do orçamento impositivo aguardam execução a mais de um ano/Foto: Robervaldo Rocha/CMM

O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Wilker Barreto (PHS), utilizou a tribuna da Casa, na manhã desta segunda-feira (20/8), para manifestar descontentamento com a demora na execução das emendas parlamentares, que se tornaram impositivas a partir de 2017, com a aprovação da Lei nº 005/2016, de autoria da Mesa Diretora. “Como não sou mais recebido pelos secretários municipais, vou utilizar a tribuna da Câmara para cobrar a execução das emendas parlamentares”, disse Barreto.

De acordo com o presidente, existem emendas aprovadas há mais de um ano que ainda não saíram do papel. “Deus sabe o trabalho que tive no primeiro biênio para que as emendas parlamentares saíssem do projeto. E para a minha tristeza, as emendas não estão andando. E é lei. Não é mais facultativo, que depende da vontade da administração”, afirmou Barreto.

Algumas emendas do orçamento impositivo aguardam execução a mais de um ano/Foto: Robervaldo Rocha/CMM

O presidente Wilker Barreto usou como exemplo, o caso dos barraqueiros do Centro Social Urbano (CSU) do Parque Dez, zona Centro Sul. Segundo Barreto, há mais de um ano, os trabalhadores permissionários do centro aguardam a construção das barracas da alimentação, prevista em emenda parlamentar apresenta por ele, em 2016 e cuja liberação dos recursos foi aprovada pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano (CMDU), em janeiro de 2018.

“Estou há um ano e meio brigando para que saia o projeto para a construção dos 11 quiosques do CSU Parque Dez. Em janeiro, o CMDU aprovou a liberação dos recursos e, até agora, a obra ainda não começou. O projeto já foi e voltou para ser corrigido três vezes, e ainda sequer foi licitado, enquanto os barraqueiros continuam trabalhando de forma improvisada, quando poderiam já estar em seus quiosques. Isso me entristece”, lamentou o parlamentar.

O projeto de construção dos 11 quiosques da Praça de Alimentação do CSU do Parque Dez está orçado em R$ 320 mil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui