A Defensoria Pública do Estado está sendo alvo de assaltantes

Caixas e ar-condicionados e fiação da DPE sendo assaltados por falta de segurança. Funcionário avalia os prejuízos - foto: Facebook

Desde que a Polícia Militar teve ordem do governo para se retirar da segurança da Defensoria Pública do Estado (DPE-AM), a instituição vem sendo alvo de assaltos, furtos, atos de vandalismo. Só na semana passada, a sede da entidade sofreu a ação de três assaltantes que roubaram da fiação elétrica a caixas compressoras de Ar Condicionado.

A DPE é a única instituição do Estado que não conta com a assessoria militar e a única que não dispõe de recursos para a contratação de segurança privada, diz um comentário na página privada de um defensor público.

Caixas e ar-condicionados e fiação da DPE sendo assaltados por falta de segurança. Funcionário avalia os prejuízos – foto: Facebook

Ele diz ainda, que o Tribunal de Justiça, o Ministério Público, a Assembléia Legislativa, o Tribunal de Contas, o Tribunal Regional do Trabalho e até a prefeitura de Manaus, tem efetivo da Polícia Militar, menos a Defensoria Pública.

E não são só os assaltos e furtos. Os funcionários, defensores, assistidos todos sofrem pela vulnerabilidade imposta pela falta de segurança militar no órgão. A defensoria tem um papel social importantíssimo para o Estado, mas governo não tem dado a atenção necessária ao órgão, como deveria.

A direção da DPE chegou a contratar segurança armada, mas teve que fazer opção entre manter os locais de atendimento ativos, ou continuar com os altos custos de uma segurança patrimonial paga pela própria instituição. Optou pela manutenção do atendimento.

O temor de funcionários e direção é que os furtos dos fios elétricos, ar condicionados se ampliem para objetos de maior valor e vitais para o atendimento da população. Os prédios estão vulneráveis, os funcionários e assistidos também. Daí o apelo ao governo, para que disponibilize a Casa Militar para a Defensoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui