Amazonino ‘barganha secretarias’ em troca do apoio de Silas Câmara

Silas Câmara, Amazonino, Gedeão Amorim - foto: montagem

No desespero e em vias de ser derrotado pelo candidato Wilson Lima (PSC), o governador tampão Amazonino Mendes (PDT) distribui cargos, secretarias e usa a máquina do Estado para conquistar aliados.

Na sua mais nova empreitada, Amazonino acaba de voltar a Secretaria de Educação (Seduc) para as mãos do candidato derrotado Gedeão Amorim e ‘doou’ outras duas secretarias para o deputado Silas Câmara, numa troca de favores inexplicável às vésperas da eleição, no segundo turno.

Amazonino é capaz de qualquer coisa, quando o assunto é se manter no poder. Inclusive, dispensando licitações, oferecendo estrutura a prefeitos indecisos, processando sites que noticiam as suas peraltices e conversas de bastidores, atropela leis e normas, enfim!.. É o vale tudo quando o assunto é ganhar a eleição.

Silas Câmara, Amazonino, Gedeão Amorim – foto: montagem

É como se a máquina do Estado fosse uma propriedade particular de Amazonino e, desta forma, não hesita em usá-la para alcançar seus objetivos. Esta semana, ele chamou o deputado federal Silas Câmara, reeleito agora, e lhe ofereceu duas secretarias de Estado em troca de seu apoio e o de sua igreja.

Amazonino quer dar a Silas Câmara a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

No primeiro turno das eleições, Silas Câmara apoiou a candidatura do senador Omar Aziz (PSD) ao Governo do Amazonas. Oportunamente, como é de costume, mudou de lado e de amizades, em troca dos presentinhos de Amazonino. Silas “impôs uma condição”: só aceita se o seu protegido Clizares Doalcei Silva voltar a comandar a Sejusc.

Como está desesperado, em razão da grande possibilidade de ser derrotado por Wilsom Lima, Amazonino certamente vai dizer sim, se é que já não disse, mas pode ser que amanhã, Amazonino volte atrás. Ele faz isso sempre que o assunto vaza na mídia antes de anunciar a sua mais nova façanha.

Colaboração: Zacarias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui